Sexta-feira, 14 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Light Drizzle

Bem-Estar Bebê é infectado pelo novo coronavírus ainda na barriga da mãe

Compartilhe esta notícia:

Novo coronavírus atravessou a placenta, apontam médicos franceses

Foto: Portal Brasil
Novo coronavírus atravessou a placenta, apontam médicos franceses. (Foto: Portal Brasil)

Médicos franceses relataram que um menino recém-nascido foi infectado pelo novo coronavírus ainda no útero da mãe. O caso, que seria o primeiro em que os médicos conseguiram provar que a gestante transmitiu a Covid-19 ao filho, foi divulgado nesta terça-feira (14) pela revista Nature.

A mãe, de 23 anos, que estava no final do terceiro trimestre de gestação, foi internada em 24 de março com febre e tosse. O teste que ela fez logo após a sua internação deu positivo para o novo coronavírus.

Três dias após a internação, o bebê demonstrou sinais de mal-estar e, por isso, os médicos realizaram uma cesariana de emergência. A mãe tomou anestesia geral, o que acabou afetando a criança. O bebê, que nasceu com 2,54 quilos, foi levado para uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e chegou a ser entubado.

Conforme os médicos, o novo coronavírus atravessou a placenta e provocou uma infecção antes do nascimento. A criança teve uma inflamação no cérebro poucos dias após o nascimento, que é uma manifestação neurológica semelhante às descritas em pacientes adultos.

“Infelizmente, não há dúvida sobre a transmissão neste caso. Os médicos devem estar cientes de que isso pode acontecer. Não é comum, isso é certo, mas pode acontecer”, afirmou Daniele De Luca, diretora médica de pediatria e cuidados intensivos neonatais do Hospital Antoine Béclère, em Paris.

Exames de sangue e em líquido extraído do pulmão mostraram que o bebê estava infectado pelo Sars-Cov-2, mas descartava outras infecções virais, bacterianas e provocadas por fungos. A criança se recuperou da Covid-19 e passa bem.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bem-Estar

Mais de 120 gestantes e puérperas já morreram por Covid-19 no Brasil
Insônia e horários desregulados viram rotina na quarentena
Deixe seu comentário
Pode te interessar