Terça-feira, 26 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Brasil Brasil chega a 601.574 mortes desde o início da pandemia do coronavírus e 21.597.949 de casos

Compartilhe esta notícia:

Em 24 horas, foram registradas 176 mortes causadas pela doença.

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Em 24 horas, foram registradas 176 mortes causadas pela doença. (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

O número de pessoas que perderam a vida para a pandemia do coronavírus chegou a 601.574. Em 24 horas, as autoridades de saúde registraram 176 novas mortes pela doença.

Ainda há 3.134 óbitos em investigação. Essa situação ocorre quando o paciente faleceu, mas a investigação sobre a causa da morte ainda carece de exames e procedimentos posteriores.

Já a quantidade de pessoas infectadas desde o início da pandemia, no início de 2020, chegou a 21.597.949. De terça-feira para esta quarta-feira foram confirmados por secretarias municipais e estaduais de Saúde, 7.852 novos diagnósticos positivos para a doença.

Ainda conforme as autoridades de saúde, há 256.108 casos em acompanhamento, de pessoas que tiveram o quadro de covid-19 confirmado.

Os dados estão no balanço diário do Ministério da Saúde, divulgado na noite desta quarta-feira. A atualização sistematiza as informações sobre casos e mortes levantadas pelas secretarias municipais e estaduais de Saúde.

Até o momento, 20.740.267 pessoas já se recuperaram da covid-19. O número corresponde a 96% dos infectados pelo novo coronavírus desde o princípio da pandemia.

Os números em geral são menores aos domingos e às segundas-feiras em razão da redução de equipes para a alimentação dos dados. Isso ocorre também em dias posteriores a feriados, como é o caso desta quarta-feira (13).

Nos Estados, ainda segundo o balanço do Ministério da Saúde, São Paulo (150.835) segue no topo do ranking das unidades federativas com mais mortes por covid-19 registradas até o momento. Em seguida vem Rio de Janeiro (67.207), Minas Gerais (55.036), Paraná (39.603) e Rio Grande do Sul (35.070).

Já os Estados com menos óbitos resultantes da covid-19 são Acre (1.841), Amapá (1.986), Roraima (2.006), Tocantins (3.820) e Sergipe (6.020).

Vacinação

O Brasil ultrapassou a marca de 100 milhões de pessoas com o ciclo vacinal contra a covid-19 completo – as duas doses ou a dose única no caso da vacina da Janssen.

Apesar da marca, o país não imunizou mais da metade da população, atingindo 47% da população totalmente vacinadas.

No total, foram aplicadas 249,7 milhões de doses na população, sendo que 149,7 milhões receberam a primeira dose, e 100 milhões tiveram a aplicação das duas doses ou dose única.

No quadro internacional, o Brasil ocupa a 62ª posição no ranking de países na vacinação contra a covid-19 em relação à população de cada nação, segundo a Universidade Johns Hopkins, com sede nos Estados Unidos.

O país, no entanto, está acima da média mundial, de pouco mais de 35%. Quando considerados os números absolutos, o Brasil fica na quarta posição como país com mais doses aplicadas, atrás de Estados Unidos (187,7 milhões), Índia (272,6 milhões) e China (1,047 bilhão).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Brasil chega a 100 milhões de pessoas completamente imunizadas contra a covid
Porto Alegre mantém vacinação contra a Covid em mais de 50 pontos e amplia público da dose de reforço nesta quinta
Deixe seu comentário
Pode te interessar