Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Fair

Brasil Brasil decide manter as fronteiras abertas diante do novo coronavírus

Compartilhe esta notícia:

Parte da Europa e vários países da América do Sul fecharam temporariamente suas fronteiras

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Parte da Europa e vários países da América do Sul fecharam temporariamente suas fronteiras. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Na contramão do que países europeus e alguns sul-americanos vêm fazendo como medidas de contenção do novo coronavírus em seus territórios, o governo brasileiro informou na segunda-feira (16) que manterá as suas fronteiras abertas.

“Não estamos pensando em fechar fronteiras, pelo contrário. Vamos agora resolver o problema do navio que está no Recife e temos dentro do navio dois uruguaios e argentinos, passageiros, tripulantes, e vamos receber esses sul-americanos e acompanhar seu isolamento em Recife antes de poder encaminhar para países de origem”, afirmou o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, durante entrevista.

Para tentar combater a pandemia de coronavírus, parte da Europa e vários países da América do Sul fecharam temporariamente suas fronteiras para todos os estrangeiros a partir de segunda.

Na União Europeia, a entrada está proibida por ao menos 30 dias. A medida engloba os 27 países do bloco mais quatro que fazem parte da zona Schengen, espaço de livre circulação dentro do continente. Exceções serão abertas apenas para cidadãos europeus, residentes e seus familiares diretos, profissionais de saúde ou de transporte, diplomatas, cientistas e em casos de emergência.

Na América do Sul, o movimento começou com a Argentina, que anunciou, no domingo (15), o fechamento das fronteiras aos estrangeiros por pelo menos 15 dias e o cancelamento dos voos provenientes da Europa e dos Estados Unidos por um mês.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Saiba como preparar a sua casa para conviver com casos suspeitos ou confirmados de infecção por coronavírus
Avanço do coronavírus pode atrasar pente-fino e redução da fila do INSS
Deixe seu comentário
Pode te interessar