Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Fair

Brasil Com registro de mais três mortes por coronavírus em São Paulo, País já tem quatro óbitos

Compartilhe esta notícia:

João Doria, governador do Estado de São Paulo, onde foram registradas todas as mortes por coronavírus no Brasil.

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Para Doria, não é o momento de negociação, pois o projeto de lei já foi aprovado. (Foto: governo do Estado de São Paulo)

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo confirmou nesta quarta-feira (18) a morte de mais três pessoas devido à Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, no Estado. No total, São Paulo contabiliza quatro mortes.

De acordo com a secretaria, as três vítimas desta quarta são homens, tinham comorbidade – alguma doença anterior preexistente – e tinham 65, 81 e 85 anos, respectivamente. Todos foram atendidos em hospitais privados na capital paulista. Dois deles estavam no Hospital Sancta Maggiore, no bairro do Paraíso, em São Paulo. O paciente de 81 anos era morador do município de Jundiaí (SP) e os demais de São Paulo.

O primeiro óbito no Estado, em relação a Covid-19, foi confirmado na terça (17), também no Hospital Sancta Maggiore: um homem de 62 anos, com doenças crônicas, sem histórico de viagem, que morreu no dia 16, após ter ficado internado desde o dia 14 na UTI (unidade de terapia intensiva).

Até as 18h45 desta quarta, o Estado registrava 240 casos confirmados, 214 na cidade de São Paulo, 6 em São Caetano do Sul, 6 em Santo André, 3 em São Bernardo do Campo, e 1 em cada uma das seguintes cidades: Osasco, Ferraz de Vasconcelos, Cotia, Barueri, Guarulhos, Mauá, Santana do Parnaíba, São José dos Campos, Campinas, São José do Rio Preto e Jaguariúna.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

A Câmara dos Deputados aprovou o decreto que reconhece o estado de calamidade pública no Brasil por causa do coronavírus. O projeto segue para votação no Senado
Sugestão, nas redes sociais, de ato na porta de quartéis comemorando o dia 31 de março alarma militares
Deixe seu comentário
Pode te interessar