Quinta-feira, 04 de Março de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Cloudy

Economia Comissão de Valores Mobiliários investiga rumores sobre a suposta demissão do presidente do Banco do Brasil

Compartilhe esta notícia:

O BB informou à CVM que não recebeu nenhuma comunicação formal por parte do governo sobre uma eventual demissão do seu presidente

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Conselho de Administração do BB negou alterações no plano. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A CVM (Comissão de Valores Mobiliários), responsável pela fiscalização de empresas com ações negociadas na Bolsa de Valores, abriu um processo para investigar os rumores sobre a suposta saída de André Brandão da presidência do BB (Banco do Brasil).

Em nota, a CVM informou que o procedimento é rotineiro: “Processos dessa natureza são abertos rotineiramente no âmbito da supervisão das companhias abertas”.

Em comunicado de fato relevante divulgado na semana passada, o BB informou à CVM que não recebeu nenhuma comunicação formal por parte do governo federal sobre uma eventual decisão de demitir o presidente André Brandão.

Segundo interlocutores do Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro pediu ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que demitisse Brandão da presidência do BB. Bolsonaro teria se irritado com o anúncio do fechamento de cerca de 200 agências e com o plano de reestruturação do banco, que prevê um programa de demissão voluntária com o objetivo de cortar 5 mil vagas.

Caso a CVM constate alguma infração às normas da autarquia, tem o poder de impor às companhias com ações negociadas na Bolsa penalidades como advertências e multas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Tarifa de importação de pneus para transporte de cargas é zerada
Ministro das Relações Exteriores nega que questão política atrase a entrega de vacinas ao Brasil
Deixe seu comentário
Pode te interessar