Sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Armando Burd Cortina de fumaça

Compartilhe esta notícia:

Congresso Nacional (Foto: Banco de Dados)

O presidente Michel Temer anuncia que ficará neutro na sucessão das presidências do Senado e da Câmara dos Deputados, marcada para fevereiro. Insiste que repetirá a isenção adotada nas eleições de prefeitos. Há, porém, grande diferença: a troca de poder nos municípios pesa pouco. A substituição de Renan Calheiros e Rodrigo Maia se refletirá diretamente nos rumos do governo.

CARTAS MARCADAS
Ao PMDB caberá novamente a presidência do Senado. Romero Jucá e Eunício Oliveira estão em campanha. Temer vai influenciar para que Eunício seja o escolhido. Jucá corre risco de denúncia em processos. Quanto a Rodrigo Maia, a vontade no Palácio do Planalto é de que ele continue no cargo, onde se mostra equilibrado e leal ao governo.

VOLUME ADICIONAL
A cada ano, o não pagamento do piso salarial para o magistério acrescenta 2 bilhões de reais na dívida do Estado. Até dezembro estarão acumulados 10 bilhões e a bola de neve só crescerá.

DINHEIRÃO
O governo ganhou a mega-sena ao embolsar inesperados 53 bilhões de reais com a repatriação de depósitos de brasileiros em bancos estrangeiros. O governo planeja nova extração em janeiro.

CONFUSÃO À VISTA
Os holofotes acesos chegarão à capacidade máxima na terça-feira: o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar analisará representações contra os deputados Jean Wyllys e Jair Bolsonaro, os conhecidos Reis do Barulho.

RIGOR MÍNIMO
Neste mês, o Código de Ética Parlamentar da Câmara dos Deputados completa 15 anos. No período, foram enquadrados 135 parlamentares. Depois de muito bate-boca em público e conchavos nos bastidores, a maioria dos processos terminou em ação entre amigos.

O QUE MOSTRARÁ
Os sismógrafos do Palácio Piratini serão ligados amanhã para aferir a adesão dos deputados da base aliada ao pacote de medidas duras que está concluído.

NÃO É A SOLUÇÃO
A Câmara dos Deputados discute a Lei de Responsabilidade Educacional. Quer responsabilizar o gestor público que permitir, injustificadamente, o retrocesso da qualidade da educação básica nos estados e nos municípios. Com a tradicional lentidão, o aluno terá percorrido do maternal à faculdade entre o começo e o final de cada processo.

CHANCE
Começará amanhã, em Brasília, o 1º Encontro de Gestão Estratégica da Associação de Secretários-Gerais dos Parlamentos de Língua Portuguesa. Poderá incluir a criação de um código para aumentar impostos sem que a população perceba.

EXEMPLO
A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Carmen Lúcia, não se contenta com versões. Ontem, foi ao Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, conferir a superlotação. Não gostou do que viu e determinará providências.

RÁPIDAS
* Lucas Redecker assumirá a presidência estadual do PSDB no lugar de Nelson Marchezan.
* O PMDB de Porto Alegre passará por uma forte renovação.
* O futuro presidente da Assembleia Legislativa, deputado Edegar Pretto, começa a formar sua equipe.
* Há muitos partidos querendo emplacar secretários na futura gestão municipal. É simples: basta passar no Detran.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Armando Burd

Onde fica o direito do outro?
Reforma da Previdência quer equilibrar contas internas
Deixe seu comentário
Pode te interessar