Segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Esporte Cristiano Ronaldo foi o jogador da Premier League 2021-2022 mais atacado no Twitter

Compartilhe esta notícia:

O português recebeu 12.520 ataques no período apurado.

Foto: Manchester United/Twitter
O português recebeu 12.520 ataques no período apurado. (Foto: Manchester United/Twitter)

Um em cada sete jogadores da Premier League – entre homens e mulheres – recebeu ao menos uma mensagem de ódio no Twitter nos cinco primeiros meses da última temporada. É o que aponta um estudo elaborado pela Ofcom, a agência governamental do Reino Unido responsável pela regulamentação dos meios de comunicação. De todos os atletas, o alvo principal dos chamados “haters” foi Cristiano Ronaldo. Ele recebeu nada menos que 12.520 ataques no período.

O estudo usou uma ferramenta de inteligência artificial que examinou 2,3 milhões de tweets enviados a jogadores entre 13 de agosto de 2021 e 24 de janeiro de 2022. Desses, cerca de 60 mil foram considerados abusivos, o que equivale a 2,6% do total. Equivale a 362 postagens consideradas tóxicas por dia. Ou uma a cada quatro minutos. Com um agravante: cerca de um a cada 12 (8,6% dos ataques) têm como alvo características dos atletas como seu gênero ou a cor de sua pele.

Durante este período, 68% dos jogadores (418 de 618) receberam pelo menos um tweet abusivo. Mas para um grupo de 7% (um em cada 14) o ataque era diário.

A combinação performance esportiva e popularidade do clube a que o atleta pertence revelou-se um fator predominante. No grupo dos dez atletas mais atacados, oito disputaram a última temporada pelo Manchester United, que fez a pior campanha de sua história na Premier League e sequer obteve classificação para a Liga dos Campeões da Europa.

O brasileiro Fred, também do United, também aparece no top-10. Harry Kane (Tottenham) e Jack Grealish (Manchester City) são os integrantes deste grupo que não atuaram pela equipe de Cristiano Ronaldo.

Fugiu do jogo

O técnico do Manchester United, Erik ten Hag, considerou “inaceitável” Cristiano Ronaldo ter deixado o amistoso contra o Rayo Vallecano, ocorrido no último domingo, antes do fim da partida. Após atuar pela primeira vez sob o comando do holandês, o camisa 7 foi substituído no intervalo e foi flagrado deixando o estádio juntamente com Diogo Dalot, que não foi relacionado, com o jogo ainda em andamento.

Em entrevista publicada nesta quarta aos veículos holandeses “AD” e “Viaplay Sport”, ten Hag admitiu sua insatisfação pela atitude dos jogadores, incluindo o astro português, que foram embora mais cedo.

tags: Você Viu?

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Caixa começa a pagar Auxílio Gás de 110 reais na próxima terça-feira
Tribunal de Justiça do RS anula o julgamento dos acusados pelas mortes na Boate Kiss
Deixe seu comentário
Pode te interessar