Terça-feira, 16 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Geral Diretor do instituto que elabora o Enem é exonerado

Compartilhe esta notícia:

A mudança no alto escalão do Inep acontece após a conclusão do Enem 2021, que foi realizado em meio a uma crise histórica que levou 37 servidores da entidade a renunciarem a seus cargos. (Foto: Reprodução)

O governo federal exonerou Alexandre Avelino Pereira do cargo de diretor de gestão e planejamento do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão responsável pela aplicação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). A decisão, assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, foi publicada no Diário Oficial da União de quarta-feira (19).

A mudança no alto escalão do Inep acontece após a conclusão do Enem 2021, que foi realizado em meio a uma crise histórica que levou 37 servidores da entidade a renunciarem a seus cargos.

Em novembro, poucas semanas antes do início da aplicação do Enem, servidores do Inep denunciaram o risco de prejuízos à prova, alegando “falta de comando técnico” da presidência da entidade. Eles alegaram haver uma tentativa de interferência no conteúdo das provas e “risco ao sigilo” do exame.

Também relataram que sofreram pressão psicológica e vigilância velada na formulação do exame para que evitassem escolher questões polêmicas que eventualmente incomodariam o governo Bolsonaro.

Alexandre Pereira atuava como diretor da entidade desde maio de 2021. A mesma portaria que o exonerou nomeou Jôfran Lima Roseno para o cargo.

Em nota, o Inep afirmou que, entre suas atribuições, Roseno será “responsável por planejar, coordenar, orientar e controlar a execução das atividades relacionadas aos sistemas federais de planejamento e de orçamento, de administração financeira, de contabilidade, de organização e modernização administrativa, de recursos humanos e de serviços gerais”.

Ainda segundo a nota, “cabe ao titular da diretoria a gestão sobre os programas e projetos com vistas ao desenvolvimento profissional, à melhoria da qualidade de vida e à valorização dos servidores”.

A reaplicação da prova para quem perdeu o exame em novembro acabou no último domingo (16). O resultado do Enem está previsto para ser divulgado no dia 11 de fevereiro.

Além da troca da diretoria, também foram exonerados três coordenadores que haviam renunciado na debandada de novembro. São eles:

– Marcela Guimarães Côrtes, coordenadora-geral da Gestão de Pessoas;

– Hélio Junio Rocha Morais, coordenador-geral de Logística da Aplicação; e

– Andréia Santos Gonçalves, coordenadora-geral do Desenvolvimento da Aplicação.

As informações são do portal de notícias G1.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Geral

Peixes vão parar em pista de aeroporto na Bahia após o nível de rio subir por causa da chuva
Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena e prêmio vai a 165 milhões de reais
Deixe seu comentário
Pode te interessar