Domingo, 05 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Cloudy

Rio Grande do Sul Distanciamento controlado: regiões de Capão da Canoa e Uruguaiana retornam para a bandeira laranja

Compartilhe esta notícia:

Novas bandeiras entram em vigor a partir desta segunda-feira

Foto: Divulgação
Novas bandeiras entram em vigor a partir desta segunda-feira. (Foto: Divulgação)

Na quarta rodada do distanciamento controlado, implementado no dia 10 de maio no Rio Grande do Sul, o Estado segue com predominância de regiões com bandeira laranja. No mapa divulgado neste sábado (30) pelo governo, 14 regiões apresentaram risco epidemiológico médio para o coronavírus.

Com piora em indicadores utilizados para o cálculo, as regiões de Uruguaiana e Capão da Canoa, que haviam passado para a bandeira amarela no levantamento anterior, voltaram a ser classificadas como laranja.

Pela terceira semana consecutiva, o Rio Grande do Sul permanece sem bandeira vermelha (risco alto) ou preta (risco altíssimo). Para consultar o mapa com a cor de cada cidade, acesse o site https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br.

As novas bandeiras e os respectivos protocolos que regram o funcionamento de mais de cem atividades econômicas no RS entram em vigor a partir desta segunda-feira (1°).

Principais mudanças no mapa

Tanto a região de Uruguaiana quanto a de Capão da Canoa haviam apresentado melhora nos índices utilizados para calcular as bandeiras do distanciamento controlado no levantamento anterior, o que fez com que mudassem de laranja para amarela. No entanto, nos últimos sete dias, as hospitalizações confirmadas por Covid-19 e as internações em UTIs por SRAG (síndrome respiratória aguda grave) aumentaram em ambas as regiões, alterando novamente as bandeiras para a cor laranja.

Uruguaiana apresentou piora em quatro indicadores, ao mesmo tempo em que obteve melhora em outros dois. Houve crescimento de quatro para dez hospitalizações confirmadas por Covid-19 e aumento de sete para dez casos de internações em UTI por SRAG nos últimos 14 dias.

Em Capão da Canoa, houve piora em três indicadores, entre os quais o número de hospitalizações confirmadas por Covid-19, que saltou de zero para oito, e o número de internações em leitos de UTI por SRAG, que subiu de dois para 12.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Porto Alegre registra a 35ª morte provocada pelo novo coronavírus
Prefeitura de São Paulo publica decreto que prorroga o isolamento social até 15 de junho
Deixe seu comentário
Pode te interessar