Terça-feira, 22 de Junho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Fair

Copa América 2021 Dona da Smirnoff é a terceira empresa a retirar suas marcas da Copa América no Brasil

Compartilhe esta notícia:

Depois da Mastercard e da Ambev, a Diageo decidiu retirar suas marcas de bebida da Copa América. (Foto: Divulgação)

Patrocinadoras da Copa América no Brasil, que será disputada entre 13 de junho (domingo) e 10 de julho, estão deixando de expor suas marcas no torneio por conta de críticas sofridas pela situação sanitária do País. Inicialmente, o torneio continental seria realizado na Colômbia, que desistiu por problemas políticos internos, e na Argentina, que também desistiu por causa do agravamento da pandemia de covid-19.

Depois da Mastercard e da Ambev, a Diageo decidiu nesta quinta-feira (10) retirar suas marcas da Copa América no Brasil “diante da atual situação sanitária brasileira e em respeito ao momento da pandemia do covid-19”.

Dona das marcas Smirnoff e Johnnie Walker, a companhia inglesa afirmou também que os termos do patrocínio foram acertados quando o evento estava previsto para ser realizado na Colômbia e Argentina.

“A Diageo reitera seu compromisso com a sociedade observando os protocolos de segurança e ações institucionais que contribuam para a mitigação da pandemia.”

Além do recuo da Diageo, Ambev e Mastercard, a maioria dos patrocinadores da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) já tinha divulgado notas oficiais cobrando a apuração das acusações de assédio sexual e moral contra o então presidente da entidade, Rogério Caboclo, que, no fim de semana, foi afastado do cargo por 30 dias.

A Copa América começa no próximo domingo, com o jogo Brasil x Venezuela, às 18h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. O torneio terá jogos também em Cuiabá, Goiânia e no Rio de Janeiro.

Mastercard

A Mastercard anunciou na terça-feira (8) que, após análise cautelosa, não vai expor sua marca nas placas de publicidade à beira dos gramados, tampouco nas entrevistas de jogadores e técnicos. A empresa patrocina o evento desde 1992.

Ambev

O grupo Ambev foi o segundo a desistir de expor suas marcas na Copa América. Entre as marcas da empresa estão as cervejas Brahma, Skol, Antarctica, Budweiser, Corona e Stella Artois. Em nota, emitida na quarta-feira (9), a empresa informou que “segue com seu compromisso e apoio ao futebol brasileiro”.

Transmissão

A Havan vai patrocinar a transmissão da Copa América 2021. A varejista e o SBT, responsável pelos direitos de transmissão dos jogos, confirmaram a parceria nesta quinta-feira (10).

O SBT emitiu uma carta aberta sobre a transmissão do torneio na TV. O grupo, que volta a transmitir o campeonato após 32 anos, abordou temáticas envolvendo a segurança aos envolvidos na competição e os deveres da emissora com o torneio. “O SBT acredita na capacidade da Conmebol para a organização segura do torneio e espera que tudo corra bem com os atletas, delegações e profissionais envolvidos em sua execução e cobertura, e que a transmissão possa levar um conteúdo de qualidade ao nosso público e aos nossos patrocinadores”, diz a emissora. As informações são do portal de notícias G1 e do site Lance.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Copa América 2021

Neymar se diz “honrado” por igualar as artilharias de Zico e Romário na Seleção Brasileira em Eliminatórias
Copa América: saiba o que falta para o torneio ficar pronto
Deixe seu comentário
Pode te interessar