Terça-feira, 16 de julho de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
14°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Política Eduardo Leite é eleito governador do Rio Grande do Sul

Compartilhe esta notícia:

O tucano vai comandar o Estado ao lado de seu vice Gabriel Souza.

Foto: Joel Vargas/Divulgação
O tucano vai comandar o Estado ao lado de seu vice Gabriel Souza. (Foto: Joel Vargas/Divulgação)

Eduardo Leite (PSDB) foi eleito novamente governador do Rio Grande do Sul neste domingo (30). O tucano derrotou Onyx Lorenzoni (PL) no segundo turno da disputa ao Palácio Piratini. Leite obteve 3.687.126 votos (57,12%) contra 2.767.786 (42,88%) do seu oponente, com 100% das seções totalizadas.

Durante o discurso de comemoração, Leite reconheceu que boa parte de seus eleitores divergem politicamente. “Com muita alegria, queria saudar o Ranolfo, nosso governador do Estado. Esta jornada deixa para mim muito claro: só consegui estar nas ruas como candidato, conversando com as pessoas, defendendo nossa visão, porque tinha o coração tranquilo que o RS estava muito bem cuidado pelo nosso governador. Muito obrigado pela tua leal dedicação!”

Leite também falou do estilo desta eleição. “Esta eleição se revelou uma eleição atípica. No primeiro turno, o resultado foi fora da nossa cogitação pela pressão nacional. No segundo, no mano a mano, comparando projetos e currículos, o Rio Grande disse o que quer”, disse Leite.

“Recebo esse resultado naturalmente com muita humildade. É o segundo cargo mais importante do Rio Grande do Sul e isso significa que teremos muito trabalho ai pela frente”, disse o agora vice-governador, Gabriel Souza. E complementou: “Vamos governar para todos os gaúchos e pacificar o Estado e, espero, que da mesma forma o Brasil seja pacificado. É muito emocionante o dia de hoje”.

Já Onyx, informou que ligou para o governador eleito e afirmou que “O povo escolheu. Na democracia, a decisão do povo é soberana. Fizemos uma campanha limpa e sem ataques. Eu quero dizer que todos aqueles que participaram do bom combate que travamos aqui, continuarão de cabeça erguida”.

Tradição

A vitória de Eduardo Leite quebra uma tradição mantida desde 1998, quando as eleições brasileiras passaram a permitir que os chefes do Executivo tentassem se manter no cargo por mais um mandato consecutivo.

Até hoje, nenhum governador gaúcho havia conseguido esse feito. Leite, em tese, não foi reeleito, porque renunciou ao cargo em março, mas venceu o pleito por duas eleições seguidas. Por esse motivo, ele não poderá concorrer à reeleição em 2026 – a lei estabelece que a chefia do Poder Executivo não pode ser ocupada pela mesma pessoa por mais de dois mandatos seguidos.

Há 20 anos no mesmo partido, Leite tinha posição histórica contra a reeleição. Não disputou um segundo mandato à frente da Prefeitura de Pelotas, em 2016, para ser candidato a governador dois anos depois.

Mas o tucano, que foi pré-candidato à Presidência, confirmou, em junho, que tentaria novamente o cargo, sob o argumento de que havia renunciado “ao poder, à caneta, a toda estrutura que está em torno de um governante”.

Com esse discurso, Leite acabou sendo reconduzido ao Palácio Piratini e quebrou a série de derrotas de governadores gaúchos que buscavam o segundo mandato consecutivo.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Mais de 3,8 mil urnas foram substituídas em todo o País devido a problemas técnicos
Eduardo Riedel vence disputa pelo governo de Mato Grosso do Sul
https://www.osul.com.br/eduardo-leite-e-eleito-governador-do-rio-grande-do-sul/ Eduardo Leite é eleito governador do Rio Grande do Sul 2022-10-30
Deixe seu comentário
Pode te interessar