Sexta-feira, 03 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Fair

Brasil Eike Batista fecha acordo de delação que prevê pagamento de R$ 800 milhões

Compartilhe esta notícia:

Eike Batista já foi o homem mais rico do País

Foto: Reprodução de TV
Eike fechou delação três anos depois de ser preso pela primeira vez. (Foto: Reprodução de TV)

A PGR (Procuradoria-Geral da República) fechou na segunda-feira (23) os termos de um acordo de delação premiada com o empresário Eike Batista. O acordo prevê o pagamento de mais de R$ 800 milhões de multa – divididos em parcelas ao longo de quatro anos. Desse total, R$ 116 milhões serão pagos quando houver a homologação do acordo.

Pelo acerto, o empresário vai cumprir pena de quatro anos pelos crimes dos quais é acusado – um em regime fechado (descontado o tempo em que ele já passou na prisão), dois em regime semiaberto e um em prisão domiciliar.

Os recursos que retornarão aos cofres públicos serão destinados, de forma prioritária, para ações de saúde contra a disseminação do coronavírus. Os termos do acordo estão em sigilo. O conteúdo será enviado ao Supremo Tribunal Federal, já que os relatos envolvem autoridades com foro privilegiado.

Procurada, a defesa do empresário informou que não vai se manifestar devido ao sigilo que envolve os procedimentos do acordo. O ex-bilionário foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Medida provisória suspende prazos de pedidos feitos via Lei de Acesso à Informação
Justiça libera investigação contra o senador Flávio Bolsonaro
Deixe seu comentário
Pode te interessar