Sábado, 19 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Brasil Eletrodomésticos vão ficar mais caros com a alta do preço do aço

Compartilhe esta notícia:

Os produtos que devem ser os mais atingidos são os da chamada linha branca: fogão, geladeira e máquina de lavar roupa. (Foto: Banco de Dados/O Sul)

Representantes da indústria elétrica e eletroeletrônica reagiram ao possível aumento das alíquotas de importação do aço e já falam em repassar um eventual impacto aos preços de seus produtos, diante da impossibilidade de absorver o custo por causa da queda nas vendas. Parte dos fabricantes não descarta ainda efeitos no emprego do setor que já sofre com a crise econômica.

O governo confirmou que estuda medidas de proteção à indústria de aço brasileira, como o aumento da alíquota de importação. As alíquotas de importação de alguns produtos siderúrgicos podem subir de 8% a 14% para entre 15% e 20%. Ainda não há uma decisão tomada, e, se houver aumento do imposto, será temporário, até que o País volte a crescer.

Com a pressão no custo da matéria-prima, os produtos que possivelmente serão os mais atingidos são os itens da chamada linha branca: fogão, geladeira e máquina de lavar roupa.

Segundo a Eletros, a associação que reúne fabricantes de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, a venda de eletrodomésticos caiu 11% no primeiro semestre em relação ao mesmo período de 2014, e a previsão é fechar 2015 com queda de 17% na linha branca. (Folhapress)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Passagens aéreas têm alta de até 80% para as festas de fim de ano
Ataques em Paris reacendem debate sobre comunicação criptografada
Deixe seu comentário
Pode te interessar