Segunda-feira, 12 de Abril de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Cloudy

Cultura Em Porto Alegre, Centro de Dança lança coreografias da incubadora da Restinga

Compartilhe esta notícia:

O elenco conta com 11 bailarinos e bailarinas da comunidade.

Foto: Jane Carvalho/Divulgação PMPA
O elenco conta com 11 bailarinos e bailarinas da comunidade. (Foto: Jane Carvalho/SMC PMPA)

O isolamento social e a pandemia inspiraram os coreógrafos Júlio Cesar Oliveira, o Bboy Julinho RC, e Gustavo Silva a refletir sobre os obstáculos e as alternativas da dança neste momento. O resultado foi a criação das coreografias “19 no 20″ e “Ainda assim, fazer acontecer”, que serão apresentadas pelo Centro de Dança da Secretaria Municipal da Cultura no dia 13 de março, sábado, às 17h, em um evento online transmitido pela página de Facebook do Centro. As produções são resultado do trabalho realizado pelo projeto da Incubadora de Dança da Restinga.

A live de lançamento terá a participação dos coreógrafos, bailarinos e bailarinas do projeto. A professora do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará, Deisemer Gorczevski, comentará as performances ao vivo, junto com representantes da Caixa Econômica Federal, Imobiliária Sesipa, Moov.Art, Centro de Dança e RRPP eventos.

Os vídeos foram produzidos pela Moov.Art e contam com um elenco de 11 bailarinos e bailarinas da comunidade da Restinga que trabalharam de forma virtual e presencial durante o segundo semestre de 2020.

Incubadora oferece capacitação – A Incubadora de Dança da Restinga foi desenvolvida numa parceria da Secretaria Municipal da Cultura com a Caixa Econômica Federal, executado pela Sesipa, sob a coordenação do Centro Municipal de Dança e a produção da RRPP Eventos. São oferecidas oficinas de capacitação nas áreas de produção cultural, ensino da dança, iluminação cênica, produção musical, gestão e mídias digitais.

Serviço
Lançamento online dos vídeos da Incubadora de Dança da Restinga – “19 no 20” e “Ainda assim, fazer acontecer”
Data: 13 de março
Hora: 17h
Online: Pela página do Facebook do Centro de Dança. Os vídeos estarão disponíveis no Youtube do Centro de Dança a partir das 16h do dia 13 de março.

Sinopse

“Ainda assim, fazer acontecer”, de Julinho RC – O turbilhão de emoções e sentimentos que a pandemia trouxe se tornou a matéria prima para as danças que foram criadas. Medo, desejos represados, saudade, impotência, revolta, decepções que desafiaram o fazer e a atuação. Novos modos de se relacionar envolvendo protocolos e cuidados em meio a tantos riscos. Mas acima de tudo a dança como estímulo, impulso e motivação para se reinventar e seguir em frente.

“19 no 20”, de Gustavo Silva – As coreografias foram criadas para traduzir os corpos em situação de confinamento, encaixotados no seu espaço privado. Um cotidiano guiado pela mudança nas cores que as bandeiras sinalizam. Mas, acima de tudo, a força vital ganha impulso para seguir imaginando futuros possíveis a partir dos acontecimentos que afetam cada bailarino e bailarina na periferia da grande cidade. Como traduzem o texto e imagens iniciais, indivíduos que apostam “em um mundo a favor do mundo”.

Ficha técnica

Bailarinos(as): Alexia Palma da Motta, Cesar Daniel Pereira de Oliveira, Kamila Roncoli Lima, Karen Domingues Rodrigues, Mariana Morais Carlotto Rego, Nicolas da Rosa Carvalho, Yanka Da Rosa Carvalho, Yasmyn Figueiredo Santos, João José Lopes de Araújo, Thainá Camargo de Aguiar, Nikolas Andriws da Silveira.
Coreógrafos: Gustavo Silva e Júlio Cesar Oliveira (Bboy Julinho RC).
Coordenação Geral: Airton Tomazzoni.
Coordenação de divulgação: Ilza do Canto.
Produção de vídeo: Fernando Muniz – Moov-Art.
Assistência de gravação: Marcus Godoy.
Iluminação: Bathista Freire.
Coordenação de Produção: RRPP Eventos (Ana Lúcia Canal Thiesen, Jane Carvalho, Rose Barcellos).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cultura

Saiba como funcionará o Centro Administrativo do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, durante a bandeira preta
Homem é preso por cárcere privado e violência doméstica após mulher pedir socorro com foto nas redes sociais
Deixe seu comentário
Pode te interessar