Quarta-feira, 15 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Fair

Porto Alegre Empresas e prefeitura de Porto Alegre constroem hospital na Capital gaúcha

Compartilhe esta notícia:

Com investimento de R$ 10,4 milhões, hospital terá 60 leitos

Foto: Divulgação
(Foto: Divulgação)

A Gerdau, o Hospital Moinhos de Vento, a Ipiranga e o Grupo Zaffari uniram esforços com a prefeitura de Porto Alegre para a construção de um centro de tratamento de combate ao novo coronavírus.

O hospital contará com um investimento total de R$ 10,4 milhões para a construção, sendo que a maior parte será realizada por Gerdau e Ipiranga, com R$ 4,2 milhões cada, enquanto o Grupo Zaffari aportará R$ 2 milhões. A unidade terá 60 leitos construídos em área do Hospital Independência, na avenida Antônio de Carvalho. A Capital gaúcha concentra o maior número de casos da doença no Rio Grande do Sul.

No local, o público será atendido exclusivamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde). As obras iniciam ainda no mês de abril, e a totalidade dos leitos será entregue até o final de maio.

Além do aporte financeiro, algumas empresas estão participando também em sua área de atuação, de forma colaborativa, o que dará ao projeto agilidade e eficiência. A Gerdau fornecerá a principal matéria-prima do empreendimento: 400 toneladas de aço e seu amplo conhecimento na montagem de estruturas metálicas.

A Ipiranga está aportando recurso na gestão e coordenação do projeto.  O Hospital Moinhos de Vento, por sua vez, além de disponibilizar seu know how para a execução do projeto e para a gestão, compartilhando diretrizes, protocolos e práticas assistenciais, fornecerá os materiais, medicamentos e utilidades necessários para o custeio da operação.

Os leitos serão estruturados a partir da técnica de construção modular, criada pela construtech Brasil ao Cubo, que permite entregar obras em caráter definitivo e com velocidade quatro vezes maior do que uma construção comum. Essa técnica consiste no encaixe de módulos individuais, produzidos em fábrica e, então, montados no local, como peças de um jogo. A construção modular é uma técnica considerada revolucionária, pois aumenta a eficiência, rapidez, flexibilidade e sustentabilidade das edificações.

Aproximadamente 300 profissionais, entre médicos e equipe multidisciplinar, serão deslocados para a nova unidade, que oferecerá atendimento 24 horas. Posteriormente, a unidade de saúde será entregue para administração da prefeitura de Porto Alegre e passará a integrar a rede pública de saúde do município, tornando-se um legado para a Capital e sua população.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Governo gaúcho entrega 30 leitos clínicos e dez de UTI no Hospital Regional de Santa Maria
O Brasil registrou 338 novas mortes por coronavírus em 24 horas e bateu a marca dos 4 mil e 500 óbitos
Deixe seu comentário
Pode te interessar