Terça-feira, 04 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Política Facebook remove rede de contas falsas relacionada ao PSL e funcionários da família Bolsonaro

Compartilhe esta notícia:

Contas foram excluídas da rede.

Foto: Reprodução
Contas foram excluídas da rede. (Foto: Reprodução)

O Facebook anunciou nesta quarta-feira (8) que removeu uma rede de contas e páginas, inclusive no Instagram, ligadas ao PSL (Partido Social Liberal) e a gabinetes da família Bolsonaro.

De acordo coma empresa, as respectivas contas estariam envolvidas com a criação de perfis falsos e com “comportamento inautêntico“.

As investigações da rede social encontraram ligações de pessoas associadas ao PSL e a alguns dos funcionários nos gabinetes do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos -RJ), do presidente Jair Bolsonaro, e também de Anderson Moraes e Alana Passos, ambos deputados estaduais pelo PSL no Rio de Janeiro.

A rede afirmou que quando investiga e remove esse tipo de operação se concentra mais “no comportamento, e não no conteúdo – independentemente de quem esteja por trás dessas redes, qual conteúdo elas compartilhem, ou se elas são estrangeiras ou domésticas.”

Alguns dos conteúdos inclusive foram removidos automaticamente por terem violado a política interna da rede social, inclusive por discurso de ódio.

Críticas ao Facebook

Também nesta quarta a empresa, também dona do Instagram e do WhatsApp, divulgou o resultado de uma auditoria independente contratada que, durante dois anos, fez uma avaliação sobre como a empresa lida com direitos civis. O Facebook foi criticado nesse relatório.

A companhia enfrenta atualmente um boicote mundial de centenas de anunciantes liderado por movimentos civis que podem medidas mais duras contra a propagação de ódio nas redes.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Novo celular Galaxy promete bateria para 119 horas de áudio; conheça
O Facebook começa a integrar o Messenger ao WhatsApp e Instagram
Deixe seu comentário
Pode te interessar