Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Light Drizzle

Porto Alegre Fiscalização em shoppings não registra irregularidades na volta do funcionamento em Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

Operação incluiu dez shopping centers e o Centro Popular de Compras.

Foto: Anselmo Cunha/PMPA
Operação incluiu dez shopping centers e o Centro Popular de Compras. (Foto: Anselmo Cunha/PMPA)

Com a reabertura dos shopping centers de Porto Alegre na sexta-feira (22), o Escritório de Fiscalização da Prefeitura conferiu o cumprimento das determinações do decreto 20.583 em dez estabelecimentos, além de um centro comercial. O decreto permite a retomada de uma série de atividades econômicas, entre as quais os shoppings estão incluídos. Também estão liberados centros comerciais e galerias, restaurantes, igrejas e templos, equipamentos culturais e empresas dos setores de comércio e serviços. Nenhuma infração foi registrada na operação.

“Mais do que fiscalizar, nossas equipes estiveram nos shoppings levando orientação e repassando procedimentos junto às administrações. Felizmente, temos como resultado a colaboração e o empenho dos responsáveis pelos locais, que apresentaram protocolos para a aplicação de medidas que asseguram a saúde e a segurança dos visitantes”, disse o prefeito Nelson Marchezan Júnior.

O funcionamento das atividades foi permitido mediante uma série de condições, como respeito a regras de higienização e de funcionamento do ramo da alimentação, restrição ao número de clientes atendidos de forma simultânea, distanciamento mínimo de dois metros entre os presentes nas áreas de trabalho e de circulação, e de fornecimento de máscaras de proteção facial aos trabalhadores para o deslocamento em transporte coletivo.

Foram verificados os shoppings Moinhos de Vento, Iguatemi, Praia de Belas, Barra Shopping Sul, Shopping Total, Shopping João Pessoa, a rede Bourbon Wallig, Assis Brasil, Country e Ipiranga, e o CPC (Centro Popular de Compras) Pop Center. Ao longo do dia, também foram fiscalizados bares e restaurantes nas regiões do Centro Histórico e da Cidade Baixa.

A ação fez parte da operação Esforço Concentrado, liderada pelo Escritório de Fiscalização. Desde 31 de março, já foram vistoriados 8.922 estabelecimentos comerciais e de serviços, indústrias e outros segmentos, como transporte, obras, parques e praças.

Participam fiscais da Diretoria de Fiscalização da SMDE (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico), Procon Porto Alegre, EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), SMS (Secretaria Municipal de Saúde), Smams (Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade), DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana), Guarda Municipal e Smim (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Transporte coletivo de Porto Alegre pode ter 12 linhas suspensas, afetando mais de 15 mil passageiros
Porto Alegre vacina 557 mil pessoas contra a gripe e atinge 78% da meta
Deixe seu comentário
Pode te interessar