Segunda-feira, 01 de Junho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
Fair

Bem-Estar Porto Alegre vacina 557 mil pessoas contra a gripe e atinge 78% da meta

Compartilhe esta notícia:

Grupos prioritários da campanha estão mais sujeitos a complicações após a infecção do vírus influenza.

Foto: Robson da Silveira/SMS PMPA
Grupos prioritários da campanha estão mais sujeitos a complicações após a infecção do vírus influenza. (Foto: Robson da Silveira/SMS PMPA)

Em dois meses de campanha de vacinação contra a gripe em Porto Alegre, iniciada em 23 de março, a prefeitura aplicou 557.877 doses nos grupos prioritários, 78,02% da meta geral de 715 mil pessoas. A meta de imunização de idosos acima de 60 anos e trabalhadores de saúde, primeiros com acesso à vacina, foram ultrapassadas rapidamente, em 16 de abril. O quantitativo de doses para ambos chega a 262,1 mil e 98,9 mil, respectivamente, nessa sexta-feira, 22, o que corresponde a 136,7% e 133,2% da meta estipulada pelo Ministério da Saúde (90% da estimativa populacional).

No entanto, ainda é baixa a procura de outros grupos prioritários. Faltando duas semanas para o encerramento da campanha, em 5 de junho, foram vacinadas 24.906 crianças (30,60% da meta), 3.370 gestantes (23,16%) e 515 puérperas (21,60%). O objetivo da prefeitura é imunizar 81,3 mil crianças de seis meses a menores de seis anos, 12,5 mil gestantes e 2 mil puérperas (mulheres que recém deram à luz). Os grupos prioritários da campanha estão mais sujeitos a complicações após a infecção do vírus influenza.

Crianças devem ser vacinadas nas unidades de saúde para manter o acompanhamento do calendário vacinal. Já os outros públicos podem se dirigir a uma unidade de saúde ou às farmácias parceiras do Município. Para evitar aglomerações, são mais de 150 locais disponíveis até 5 de junho (confira antes de sair de casa). Na próxima quarta-feira, 27, a Secretaria Municipal de Saúde vai oferecer a opção de atendimento em drive-thrus (menos para crianças).

A vacina não protege contra o novo coronavírus, mas evita complicações causadas pelos vírus influenza A H1N1, influenza A H3N2 e influenza B linhagem B/Victoria, que podem levar o paciente a internações hospitalares.

Vacinação em Porto Alegre até 22 de maio: 557.877 doses aplicadas

Idosos – 262.147;
Trabalhadores de saúde – 98.938;
Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis (comorbidades) – 103.966;
Crianças – 24.906;
Gestantes – 3.370;
Puérperas – 515;
Pessoas com deficiência – 1.455;
Forças de segurança e salvamento – 25.249 ;
Trabalhadores do transporte coletivo – 5.832;
Caminhoneiros – 1.520;
Portuários – 485;
Povos indígenas – 614;
População privada de liberdade – 4.144 pessoas;
Funcionários do sistema prisional – 1.165;
Adultos de 55 a 59 anos – 19.419;
Professores – 4.152.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bem-Estar

Fiscalização em shoppings não registra irregularidades na volta do funcionamento em Porto Alegre
Empresa notificada pela prefeitura fará reparos na obra do corredor BRT Protásio Alves
Deixe seu comentário
Pode te interessar