Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Rio Grande do Sul Governo do Estado anuncia cronograma de nomeações para o Instituto-Geral de Perícias

Compartilhe esta notícia:

Em frente ao Piratini, governador, ao lado da diretora Heloísa Kuser (E), do IGP, e do vice Ranolfo (D), entregou cinco viaturas

Foto: Rodrigo Ziebell / SSP
Em frente ao Piratini, governador, ao lado da diretora Heloísa Kuser (E), do IGP, e do vice Ranolfo (D), entregou cinco viaturas. (Foto: Rodrigo Ziebell/SSP)

Durante a cerimônia de entrega de cinco novas viaturas para o IGP (Instituto-Geral de Perícias), nesta terça-feira (10), em frente ao Palácio Piratini, o governo do Estado anunciou o cronograma de nomeações para o órgão.

Conforme o governador Eduardo Leite e o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, 170 vagas para perito criminal, técnico em perícias e perito médico-legista, bem como cadastro reserva, serão preenchidas ao longo de três anos – sendo 95 já no próximo mês. Outros 38 estão previstos para março de 2021 e mais 37 em março de 2022.

“Mais do que repondo: estamos fazendo um aumento de efetivo no IGP, reconhecendo a importância da nossa perícia para o enfrentamento da criminalidade. Afinal, quanto melhor condição de trabalho darmos para os peritos, certamente teremos melhor elucidação de crimes e, com isso, melhor condição de darmos as consequências a quem tiver praticado alguma atividade criminosa”, destacou o governador.

A atual gestão assumiu o Estado com um quadro de 256 peritos criminais e deverá terminar o mandado com 273 – conforme projeção de aposentadorias e chamamento de servidores do IGP.

“A chegada de novos servidores está dentro da realidade financeira do Estado e ajuda a recompor o quadro do IGP. O chamamento estava sendo demandado pela sociedade e pelos servidores, que se desdobravam para atender às solicitações. O chamamento deve incrementar o trabalho das vinculadas no combate à criminalidade”, afirmou a diretora-geral do órgão, Heloísa Kuser.

Realizado em 2017, o concurso do IGP foi suspenso pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) por problemas relativos ao gabarito. Desde então, um grupo de trabalho foi formado por Secretaria da Segurança Pública, PGE (Procuradoria-Geral do Estado) e Fundatec para cumprir as deliberações do TCE e sanear o concurso.

No dia 21 de novembro de 2019, o Tribunal emitiu parecer favorável e o governo pôde retomar o processo. Desde então, o grupo de trabalho, juntamente com as secretarias da Fazenda e de Planejamento, Orçamento e Gestão, vinha estudando um cronograma segundo as condições e perspectivas de caixa do Estado.

“Estamos divulgando esse cronograma com a máxima responsabilidade que esse governo sempre tem, dentro das condições fiscais e econômicas do nosso Estado. É um importante chamamento e, de imediato, já são 95 novos servidores que devem começar o curso de formação no mês de abril”, afirmou Ranolfo.

Viaturas para reforço do IGP

Das cinco viaturas entregues nesta terça, quatro são do tipo TrailBlazer e foram adquiridas por meio de convênio federal do Ministério da Justiça e da Segurança Pública por um valor total de R$ 798 mil – R$ 199,5 mil cada uma. Os veículos serão encaminhados para Porto Alegre, Passo Fundo, Caxias do Sul e Pelotas.

Foi repassada, ainda, uma viatura S10 com cabine transformada para transporte de cadáveres (rabecão), no valor de R$ 164 mil, doada pelo Ministério Público através de um TAC (termo de ajustamento de conduta). O veículo será utilizado na Região Metropolitana.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Governo do Estado investe R$ 498 mil em obra de escola no Litoral Norte gaúcho
Russa de 22 anos esconde sexo para poder lutar boxe com homens
Deixe seu comentário
Pode te interessar