Domingo, 17 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Mostly Cloudy

Brasil Internado com coronavírus, Maguito Vilela é eleito prefeito de Goiânia

Compartilhe esta notícia:

Político está internado há mais de um mês em tratamento contra a covid-19. (Foto: Divulgação)

Maguito Vilela, do MDB, foi eleito neste domingo (29) prefeito de Goiânia para o mandato de 2021 a 2024. Internado em tratamento contra o coronavírus há mais de 1 mês, o candidato derrotou Vanderlan Cardoso, do PSD. Ao fim da apuração, ele teve 52,60% dos votos válidos. Foram 277.497 votos no total.

Vanderlan Cardoso teve 250.036 votos, o que totalizou 47,40% dos votos válidos. A eleição em Goiânia teve 36,75% de abstenção, 4,26% votos brancos e 9,86% votos nulos.

O político, de 71 anos, disputou o 2º turno e foi eleito sem saber dos resultados das urnas, pois está sedado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital de São Paulo.

O vice é Rogério Oliveira da Cruz, do Republicanos, que é vereador em Goiânia e tem 54 anos. Após o resultado, a equipe de campanha se reuniu em um hotel da capital e fez uma oração pela recuperação do prefeito eleito.

“Agradecemos ao eleitor por depositar seu voto no Maguito Vilela. Ele se multiplicou em Goiânia, porque criamos uma força grande de aliados. Todo o plano de Maguito será executado nos próximos quatro anos, e ele estará ao nosso lado”, disse o vice-prefeito eleito.

O filho de Maguito Vilela e presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, disse que foi uma campanha atípica.

“Não posso deixar de registrar um fato desta campanha desrespeitosa contra o nosso candidato, uma campanha vergonhosa, pessoas que demonstraram não ter o mínimo escrúpulo com a vida humana. Saíram por aí, nesta semana, com carros de som anunciando a morte do candidato adversário e disparo em massa no WhatsApp com mensagens de fake news relativas ao estado de saúde do candidato. Com certeza, isso teve influência e trouxe insegurança a muitas pessoas” disse.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Com a vitória de Adriano Silva em Joinville, pela primeira vez, o Partido Novo elegeu um prefeito
A volta do Boeing 737 MAX teve ajuda de engenheiros brasileiros, do Canadá e da União Europeia
Deixe seu comentário
Pode te interessar