Segunda-feira, 01 de Março de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
28°
Mostly Cloudy

Lenio Streck Levar vantagem em tudo, certo? Viva o sicofantismo!

Compartilhe esta notícia:

Serão liberados os saques das parcelas creditadas em poupança social digital nos ciclos 3 e 4 de pagamento do benefício. (Foto: Agência Brasil)

Leio dados do Tribunal de Contas da União e do Tribunal Superior Eleitoral de que mais de 10 mil pessoas desclassificadas, biltres, sacripantas, canalhas, malandros, maraus, mariolas, patifes, pulhas, safardanas, trastes, vigaristas, vagabundos, bandidos, ordinários, desonestos, ladrões, vermes, birbantes, bisbórrias, meliantes, pandilhas, salafrários, sicofantas… se inscreveram e receberam auxílio emergencial, mesmo tendo bens e rendas, alguns com patrimônio de mais de um milhão. Esses são os que se candidataram também a vereador e prefeito. Cometeram estelionato. No mínimo.

Servidores públicos receberam mais de 1 bilhão indevidamente; 107 mil pessoas devolveram na marra o que receberam indevidamente…e assim por diante.

O que fazer com esse tipo de gentalha? O governo abre um programa para gente desempregada, paupérrima e sem condições de sobrevivência em uma pandemia e vem uma bandalha pegar um “teco”. Só dando com um pedaço de pau na cabeça.

E, pior, milhares ainda por cima se candidataram a vereador. E até a prefeito. Que tal?

Difícil assim. Por que tem gente assim? Em que parte erramos? Não, não responda. A pergunta foi retórica.

Há notícias de que sicofantas desse jaez ainda postam – e postaram – memes e discursos contra a corrupção. Consta que a maioria dos birbantes é contra cotas. Radicalmente contra.

E, é claro, são contra vacinas.

Mais: consta que 97,8% dos safardanas que se inscreveram para receber o auxílio emergencial, mesmo tendo renda e patrimônio, não reconhecem a vitória de Biden. São trumptistas.

Coincidentemente, 95,4% (a margem de erro da pesquisa é de 3 para cima e 3 para baixo) dizem que a China é que elegeu Biden.

E todos dizem que a Globo é comunista.

Fico imaginando como será o voto dessa bisbórria nas eleições de domingo.

Muitos não votarão, segundo uma pesquisa da Universidade espanhola Matocagao III em consórcio com a alemã Scheisswald Universität campus IV. O argumento: nada na política presta.

Outro dado interessante: 88,5% posta fake news nas redes e diz que Paulo Freire foi quem estragou o ensino no Brasil. Escreveram, nas respostas ao questionário, coisas como “os político ção safado”, “os chineis querem nois dar vacina para colocar chipi e fazê controle”.

Fiquei sabendo também que candidatos a vereador e até mesmo a prefeito, Brasil a fora, não tiveram seus registros cassados. Os “cara” (sic) pegaram dinheiro do auxílio emergencial, mentiram nos cadastros e podem concorrer aos parlamentos municipais.

Claro: para bem representar o povo e mostrar o “novo na política”. Como diz propaganda de um desses candidatos: “chega de corrupção – vote no João da Venda, 1111790” – eis a rima.”

Pronto: eis uma crônica dos dias atuais. Tempos em que um sujeito tem um barco de luxo e pede auxílio emergencial. Alguns puseram a culpa na esposa, nos filhos e no estagiário.

E eu vou estocar comida.

Cuidado com seu voto. Há muitos fariseus por aí. E muitos, muitos candidatos estão nessa apenas para abocanhar um “teco”. Mas, é claro, tudo pela nova política (sic). Em muitos candidatos dá para ver escrito na testa a dimensão desse “novo”.

O que contei acima, de forma bem humorada e alegórico-metafórica, é apenas o simbólico das contradições brasileiras.

Bom voto.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Lenio Streck

O caso da moça de Santa Catarina e o escândalo da audiência
Os engenheiros do caos contemporâneo: as montanhas nos aguardam!
Deixe seu comentário
Pode te interessar