Segunda-feira, 25 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Fair

Grêmio Diretor médico do Grêmio afirma que lesão de Jean Pyerre está curada, mas descarta utilização ainda em 2019

Compartilhe esta notícia:

Meio-campista não atua desde setembro por conta de uma lesão na coxa direita

Foto: (Rádio Grenal)
RS - FUTEBOL/TREINO GREMIO - ESPORTES - Jogadores do Gremio realizam treino durante a tarde desta terca-feira, na preparação para o Campeonato Brasileiro 2019. FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

A expectativa pelo retorno de Jean Pyerre ainda neste ano, não poderá se confirmar. O diretor médico do Grêmio Saul Berdichevski, em entrevista à Rádio Grenal, afirmou que o meia não será utilizado nas duas rodadas restantes do Campeonato Brasileiro. Por outro lado, a boa notícia é que a lesão muscular na coxa direita está curada. O trabalho agora é pela recuperação física.

“Não há mais tratamento médico, apenas recuperação física. A lesão já está curada e recuperada. Ele vai entrar em férias junto com os outros jogadores”, afirmou Saul Berdichevski.

Ainda, de acordo com o médico a escolha pela não utilização do jogador nesta reta final leva em conta a situação do time no campeonato, onde o Grêmio já garantiu a vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores: “Não, 2019 é impossível. Não há necessidade de fazer o jogador atuar, sendo que o Grêmio decidiu o seu futuro. Não existe nenhuma pressa. Ele já saiu do DM, agora está na fisioterapia. É um jovem altamente compenetrado. Um grande jogador. O Grêmio está fazendo todo o esforço para colocá-lo em campo”.

Jean Pyerre realiza corridas durante os treinos, no CT Luiz Carvalho. Foto: (Rádio Grenal)

A lesão de Jean foi sofrida durante um treinamento, quando foi confirmado uma contusão na coxa direita. Sua última partida foi no dia 15 de setembro, quando ainda marcou um dos gols da vitória sobre o Goiás.

Durante o tempo de recuperação, houveram mudanças na previsão de retorno e até mesmo na avaliação da extensão do problema. O médico explicou o episódio: “A lesão é, na realidade, mais extensa. Uma lesão de 20 centímetros. Não sei quem fez essa previsão (de 21 dias), pois não partiu de nós. Os exames de imagens mostraram que a lesão era mais grave”.

Ainda antes da decisão das semifinais da Copa Libertadores, no segundo jogo, contra o Flamengo, havia a expectativa pela volta do camisa 21. De lá, para cá, o jovem tem aparecido, por vezes, no gramado do CT Luiz Carvalho realizando corridas e, nas últimas semanas, até mesmo apareceu fazendo exercícios, em separado, com bola. Mas o torcedor só poderá conferir o meia novamente em campo somente em 2020.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Grêmio

Dupla Grenal tem sete indicações para votação dos melhores da América
Departamento de futebol do Grêmio pode passar por reformulação em 2020
Deixe seu comentário
Pode te interessar