Quinta-feira, 13 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Light Rain

Brasil Ministro do Supremo libera acesso da Polícia Federal a dados de investigação do Facebook que derrubou contas de redes sociais

Compartilhe esta notícia:

O Facebook afirmou ter identificado perfis falsos e com "comportamento inautêntico"

Foto: Reprodução
O Facebook afirmou ter identificado perfis falsos e com "comportamento inautêntico". (Foto: Reprodução)

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), autorizou a PF (Polícia Federal) a acessar dados de uma investigação do Facebook que resultou na remoção de contas ligadas ao PSL e a gabinetes da família Bolsonaro das redes sociais.

A decisão está em sigilo e foi tomada na semana passada em dois inquéritos do STF: no que apura a organização e financiamento de atos antidemocráticos e no que investiga ataques a ministros da Corte e disseminação de notícias falsas. Procurado, o Facebook disse que não vai se manifestar.

A empresa tirou do ar 35 contas, 14 páginas e um grupo do Facebook, além de 38 contas do Instagram. O Facebook afirmou ter identificado perfis falsos e com “comportamento inautêntico” – quando um grupo de páginas e pessoas atuam em conjunto para enganar outros usuários sobre quem são e o que estão fazendo.

De acordo com o Facebook, os responsáveis pelos materiais removidos tentavam ocultar suas identidades.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Ministério da Economia mantém em 4,7% a previsão de queda do PIB brasileiro neste ano
Brasil entra em acordo mundial de vacinas contra o coronavírus
Deixe seu comentário
Pode te interessar