Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Rain

Mundo Moradores de Nova York estão revoltados com o barulho dos passeios de helicóptero: são mais de 160 voos por dia

Compartilhe esta notícia:

Sobrevoos na cidade geram ruídos de mais de 75 decibéis, barulho mais ensurdecedor do que o de um aspirador de pó. Por isso, serão reduzidos. (Crédito: Reprodução)

A prefeitura de Nova York, nos Estados Unidos, anunciou um acordo para diminuir os passeios turísticos de helicóptero. Operadores de turismo terão de, gradualmente, até outubro deste ano, reduzir o número de decolagens em 40%. Também foram proibidos, a partir de abril, passeios realizados aos domingos e sobrevoos em Governors Island e Staten Island – os helicópteros poderão passear apenas sobre o Harbor e o rio Hudson, até a ponte George Washington. As empresas deverão apresentar relatórios mensais com a rota de seus voos.

Segundo o jornal americano The New York Times, em 2015 houve 59 mil decolagens do heliponto no píer 6 – o que responde a uma média de mais de 160 voos por dia, quase sete por hora. O prefeito da cidade, Bill de Blasio, afirmou que a medida vai resultar em “significativo corte no número de passeios próximos a áreas residenciais e grandes parques” e manter um setor turístico “ativo e viável”.

Custo do passeio.

O passeio básico, de pelo menos 15 minutos, custa a partir de 150 dólares (600 reais), dependendo do roteiro. O acordo entre prefeitura e operadores ocorreu dois meses depois de audiências públicas realizadas a pedido de moradores, que reclamaram da poluição e do barulho. Em medições feitas por ativistas em parques, os helicópteros geraram ruídos de mais de 75 decibéis (mais que um aspirador de pó).

tags: vcviu

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Colisão de trens na Alemanha mata nove pessoas e deixa cerca de 80 feridos
Saiba se você tem vocação para ser espião e trabalhar no serviço secreto britânico
Deixe seu comentário
Pode te interessar