Domingo, 14 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Futebol Neymar no Brasil? Saiba se clubes brasileiros podem pagar o que o craque ganha no PSG

Compartilhe esta notícia:

Jogador e ex-presidentes do Barcelona serão julgados por corrupção e fraude na transferência do brasileiro ao clube catalão. (Foto: Reprodução)

Neymar está fora dos planos do PSG para a próxima temporada, de acordo com o jornal El País. Segundo a publicação, o brasileiro tem contrato até 2025, porém um representante do clube teria entrado em contato com o pai do jogador para informá-lo da decisão de romper o vínculo. A possibilidade de ter o camisa 10 logo animou torcidas pelo Brasil, mas é possível trazê-lo de volta e dar conta dos vencimentos estratosféricos?

Segundo o El País, Neymar recebe anualmente cerca de 40 milhões de euros (cerca de R$ 221 milhões) líquidos, o que inclui acordos de publicidade, pagos diretamente pelo PSG ou por empresas ligadas ao fundo do governo do Catar, proprietário do clube. Mensalmente, são cerca de R$ 18 milhões.

Ainda de acordo com o jornal espanhol, o PSG estaria disposto a arcar com parte dos custos do atleta, que tem contrato vigente até 2025, para encontrar um mercado disponível.

Flamengo

Em 2021, o Flamengo divulgou um relatório de gestão do futebol em que consta o custo bruto da folha salarial do elenco, estimada em R$ 199,1 milhões por ano (R$ 16,6 milhões mensais). Os números aumentaram para 2022, mas mostram como o salário de Neymar hoje seria fora da realidade do país. Ele, sozinho, ganha mais do que Gabigol, Arrascaeta e companhia ilimitada.

Palmeiras

O Palmeiras não revela oficialmente o valor de sua folha salarial, mas segundo o site GE, o clube tem um gasto aproximado de R$ 15 milhões por mês apenas com jogadores e comissão técnica, sem considerar outros profissionais do departamento de futebol. Menor que o mês de Neymar no PSG.

No Palmeiras, isso significaria a contratação de um Deyverson por mês praticamente – na época, o Palmeiras gastou cerca de R$ 18,3 milhões para tirá-lo do futebol europeu. A contratação de Miguel Borja, a maior da história do clube, não arcaria com dois meses de Neymar: R$ 33 milhões.

Atlético-MG

Segundo o portal de notícias Uol, entre saídas e chegadas, a folha mensal do Atlético-MG foi reduzida em R$ 2 milhões para este ano. Atualmente, gira em torno de R$ 13 milhões. A maior contratação da história do clube foi de Matías Zaracho, por R$ 33 milhões. A situação é bem parecida com a do Palmeiras, na qual Neymar sozinho custaria mais do que todos os jogadores somados.

Corinthians

O Corinthians se acostumou a contratar estrelas. Teria espaço para Neymar? Pensando em folha salarial, a situação é bem parecida com as dos principais rivais brasileiros. Pelo menos nas palavras do presidente Duilio Monteiro Alves.

“Com todos esses reforços, reduzimos (os gastos). Tivemos mais saídas de atletas. Isso considerando o Paulinho na folha. Nós temos um patrocinador que paga 100% do Paulinho. Mas eu estou considerando o valor de folha, esse que eu falo que se gasta menos que em 2020, com o Paulinho junto. Eu falo em R$ 15 milhões hoje”, comentou recentemente. As informações são do jornal O Globo.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Futebol

PSG avisa que Neymar não está mais em seus planos
PSG está disposto a ouvir propostas pela contratação de Neymar
Deixe seu comentário
Pode te interessar