Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
27°
Mostly Cloudy

Inter No Beira-Rio, Inter perde por 1 a 0 para o Boca Juniors

Compartilhe esta notícia:

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Em duelo histórico, pela primeira vez na Copa Libertadores, o Inter recebeu o Boca Juniors no Beira-Rio. De um lado, o time gaúcho foi com força total para enfrentar os argentinso, que assim como, também foram.

PRIMEIRO TEMPO

Inter iniciou o jogo no 4-4-2 losango, um esquema parecido com o que era o 4-1-3-2 de Coudet. No entanto, as duas equipes buscavam segurar a bola perto da área adversária para tentar a infiltração e então, achar o gol. Logo aos 3 minutos, após escanteio, Patrick arriscou de fora da área. A bola saiu à direita de Andrada.

A bola rolava com dificuldade pelo gramado molhado, e o Boca encontrava problemas para chegar perto do gol colorado. No entanto, aos 12 minutos, o time argentino tentou, Cardona cobrou escanteio na área. Lindoso cortaou. O rebote ficou com Campuzano, mas Moledo cortou.

Em um lance emblemático, Yuri Alberto tocou para Galhardo, que cruzou rasteiro. Sem ninguém na área, Andrada defendeu. Novamente aos 17 minutos, quem chegou ao ataque foi o Inter. D’Alessandro tocou para Lindoso, que cruzou. Andrada encostou. A bola sobrou na esquerda com Uendel, O lateral colocou na cabeça de Galhardo, que errou o alvo.

Logo depois, ainda dando pressão ao adversário argentino, aos 19 minutos, D’Alessadro abriu para Heitor, que cruzou. Galhardo tentou a bicicleta, mas a arbitragem marcou jogada perigosa em cima de Lisandro López. Aos 25, erro colorado. Dourado toca para Patrick, que não domina. Capaldo manda a bola para frente. Villa aposta corrida com Moledo, que dá um carrinho e leva a melhor.

Sem mais sustos, o primeiro tempo se manteve em 0x0.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa se deu início com lances perigosos e boas defesas dos dois lados. Aos 3 minutos, Heitor invadiu a área, passou por Fabra e chutou. A bola desviou na zaga e saiu. Na sequência, aos 5 minutos, Tévez recebeu na área e chuta na saída de Lomba, que brilhou com sua defesa.

Igualmente, as duas equipes se pressionavam e tentavam a infiltração rápida, quando conseguiam, os goleiros estavam bem posicionados.

No entanto, aos 12, um lance inacreditável perdido. Uendel é acionado na esquerda e cruza para Lindoso que, na pequena área, cabeceia para o lado e perde a chance do gol colorado. E o famoso quem não faz leve fez jus no estádio Beira-Rio, na sequência, gol do Boca. Salvio aproveitou a vacilada de Zé Gabriel e Heitor e tocou para Tévez, que só deslocou Lomba, mandou para o fundo das redes e na comemoração, homenageou Maradona. 1×0 para o Boca.

Após o gol, a pressão argentina aumentou. Aos 23 minutos, Cardona cobrou falta perigosa perto da área colorada, mas Lomba tirou de soco. Aos 31 minutos, os argentinos tentaram novamente. Tévez recebeu na intermediária, avançou e chutou de canhota. A bola saiu perto do gol de Lomba.

Na resposta, aos 34, o Inter teve boa chance em bola parada. Leandro Fernández cobrou falta com capricho, mas carimbou o poste de Andrada. Colorado novamente aos 40 minutos, Galhardo recebeu na área e cruzou para Patrick, que chutou sem direção.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Inter

No primeiro jogo das oitavas da Libertadores, o Inter foi derrotado por 1 a 0 pelo Boca Juniors
”Agora é focar para dar a vida na quarta-feira na Argentina”, destaca Rodrigo Dourado após derrota para o Boca Juniors
Deixe seu comentário
Pode te interessar