Sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Ciência “Nunca comprei pela Amazon”, diz jovem holandês que viajou ao espaço em nave do dono da empresa

Compartilhe esta notícia:

Oliver Daemen, de 18 anos, acompanhou o bilionário em voo de 10 minutos para fora da atmosfera terrestre. (Foto: Reprodução)

Mais jovem viajante espacial do mundo, o holandês Oliver Daemen, de 18 anos, afirmou nesta sexta-feira (23) que nunca comprou produtos na Amazon. O jovem participou de uma viagem ao espaço nesta semana a convite do biolionário Jeff Bezos, dono da empresa de varejo online.

“Eu disse a Jeff, tipo, na verdade nunca comprei algo da Amazon”, afirmou Daemen em entrevista à Reuters, no Aeroporto Schiphol, em Amsterdã. “E ele disse, ‘oh, uau, faz muito tempo que ouvi alguém dizer isso'”, acrescentou.

Daemen acompanhou Bezos no voo ocorrido na terça-feira (20). Mark Bezos, irmão do empresário, e a aviadora Wally Funk – a pessoa mais velha a ir ao espaço, com 82 anos – também estiveram a bordo da nave New Shepard.

A viagem espacial levou 10 minutos. O holandês, que é estudante de Física, foi escolhido após outro candidato ter oferecido US $ 28 milhões pelo passeio mas cancelado a participação de última hora.

“Eles ligaram e disseram: você ainda está interessado? E nós pensamos que sim, sim, sim!”, disse Daemen. “Não pagamos nem perto de US$ 28 milhões, mas eles me escolheram porque eu era o mais jovem e também era piloto e já sabia bastante sobre o assunto”, disse.

A viagem espacial ocorreu a bordo de uma nave construída pela Blue Origin, também de propriedade de Bezos.

Críticas

Apesar do trajeto ter impressionado muitas pessoas, outras criticaram a corrida dos bilionários pelo espaço, por entender que o dinheiro deveria ser usado, primeiro, para resolver os atuais problemas do planeta. E para Bezos, essas pessoas estão “amplamente certas”.

Durante entrevista para a CNN americana, o bilionário foi questionado a respeito do que diria para um “coro de críticos” que diz que os voos espaciais não passam de “viagens de prazer para ricos”.

Sem evitar a pergunta, o fundador da Amazon disse: “Bem, eu digo que eles estão amplamente certos. Temos muitos problemas aqui e agora na Terra e precisamos trabalhar nisso. E sempre precisamos olhar para o futuro. Sempre fizemos isso como espécie, como civilização. Temos que fazer as duas coisas”, disse o bilionário.

Bezos defendeu que a missão espacial é sobre “construir uma estrada para o espaço para que as próximas gerações façam ‘coisas incríveis’ lá, que sejam capazes de resolver problemas da Terra”.

Corrida de bilionários

Na nova corrida espacial, Bezos, Richard Branson e Elon Musk disputam a liderança e investem bilhões. O fundador da Amazon já mencionou investir cerca de 1 bilhão de dólares por ano na Blue Origin.

Branson, que foi o primeiro bilionário a ir para o espaço, gastou mais de 1 bilhão de dólares de sua fortuna pessoal numa empreitada que ele começou há 17 anos.

Já Musk, que tem planos de levar humanos para Marte até 2024, deve ir para o espaço, mas não pela sua empresa, a Space X. O dono da Tesla reservou uma vaga para viajar pela Virgin Galactic, empresa espacial de Branson.

Segundo o banco suíço UBS, o mercado de turismo espacial é potencialmente lucrativo e valerá 3 bilhões de dólares por ano em uma década.

tags: Você Viu?

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Ciência

Amy Winehouse teve carreira meteórica abreviada pelas drogas. Relembre trajetória
Dubai cria tempestades artificiais com drones para amenizar o calor de 50 graus
Deixe seu comentário
Pode te interessar