Terça-feira, 07 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Light Rain

Notícias O Instituto Riograndense do Arroz prevê uma redução na área de cultivo do cereal na safra deste ano

Compartilhe esta notícia:

Plantio no Estado deve totalizar 946.276 hectares. (Foto: Divulgação/Irga)

Um levantamento divulgado nessa segunda-feira pelo Irga (Instituto Riograndense do Arroz) estima que a área semeada para a safra 2019/2020 do cereal deverá sofrer uma queda de 3,8% em relação ao período anterior.

De acordo com informações junto aos produtores do segmento pelos Nates (Núcleos de Assistência Técnica e Extensão Rural) da entidade, a área total deve ficar em 946.276 hectares. Na safra 2018/2019, esse volume foi contabilizado em 984.081 hectares.

Por outro lado, as estimativas apontam para uma área 3,2% superior no que se refere ao plantio da soja em rotação com o arroz, passando de 322.433 para 332.794 hectares nesta safra. Os dados foram tabulados por técnicos da Seção de Política Setorial do Irga.

O município de Uruguaiana, um dos primeiros a começarem a semeadura, deve ter a maior área cultivada no Estado, com 75.000 hectares, seguido por Itaqui (66.350 hectares) e Santa Vitória do Palmar (64.057 hectares). Já na soja, os destaques são Dom Pedrito (34.000 hectares), Santa Vitória do Palmar (33.379 hectares) e Camaquã (22.150 hectares).

Colhidos no final da semana passada, os primeiros dados sobre a evolução da semeadura indicam ao menos 1.126 hectares já abrangidos na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. Os trabalhos ainda não começaram nas regiões Central e da Campanha.

Meteorologia

Na maior parte do território gaúcho choveu de forma mais frequente nos últimos dias, com destaque para as áreas da Campanha e da Planície Costeira Leste, com acumulados entre 20 e 35 milímetros. Em outras áreas do Oeste, Sul e Centro do Estado, os acumulados chegaram a 10 milímetros.

Os índices de umidade do solo mais recentes indicam umidade acima dos 90%. Já as temperaturas mínimas ficaram abaixo dos 3ºC, com geadas na região da Campanha em pelo menos três dos oito primeiros dias de setembro.

A formação de um ciclone extratropical e uma frente fria trazem muita chuva, ventania e trovoadas para o Rio Grande do Sul nesta semana. A chuva mais expressiva, com risco de granizo e ventos fortes, avança a partir desta quarta-feira e permanece até o final da semana.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

A Apple vai revelar três novos modelos de iPhone nesta terça. Veja o que já se sabe sobre o lançamento
O Brasil tem a cada ano 500 mil adolescentes e crianças vítimas de abuso sexual
Deixe seu comentário
Pode te interessar