Segunda-feira, 24 de junho de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
15°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui


Notícias Operação de bombas de sucção para drenagem no bairro Sarandi deve ocorrer neste domingo

Compartilhe esta notícia:

É preciso cada vez mais construir regulações, políticas públicas e protocolos para evitar a exposição aos efeitos dessas mudanças. (Foto: Reprodução)

Está previsto para este domingo (19) o início do funcionamento da primeira bomba flutuante cedida pela Companhia de Saneamento Básico de São Paulo (Sabesp), para drenagem da água. A expectativa é que ela opere da região que abrange o bairro Sarandi.

O Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) de Porto Alegre confirmou nesta sexta-feira (17) que receberá 10 bombas flutuantes de sucção da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) nos próximos dias para ajudar na drenagem das áreas que permanecem alagadas na Capital. A ideia é que as primeiras bombas também sejam direcionadas para a retirada da água do Aeroporto Salgado Filho.

Porto Alegre tem 23 Estações de Bombeamento de Água Pluvial (Ebaps) que atuam para retirar a água de inundações, mas apenas nove estão em operação, o que dificulta a drenagem da cidade. A expectativa também é de que os equipamentos facilitem a retomada da operação das estações de bombeamento que hoje estão em áreas alagadas.

Região metropolitana

Desde a sexta, o município de São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, conta com bombas anfíbias de captação de água para reduzir as áreas inundadas, devolvendo a água para o Rio dos Sinos. Os equipamentos têm capacidade de retirar 3,3 mil litros de líquido por segundo. De acordo com o Serviço Municipal de Água e Esgotos (Semae), das quatro bombas da empresa leopoldense Higra, uma está em funcionamento no bairro Campina.

A iniciativa faz parte de uma força-tarefa envolvendo o Serviço Municipal de Água e Esgotos (Semae) e empresários locais que irá instalar quatro bombas anfíbias da empresa Higra para garantir que elas ajudem na drenagem das águas da enchente, que ainda mantêm bairros inteiros da cidade submersos.

O conjunto será instalado, dentro da região alagada, e bombeará água, por cima do muro do dique, de volta para o rio dos Sinos. A capacidade de sucção é de 3.300 litros por segundo. O motor elétrico de 300cv, do tipo submerso, será acionado por um gerador.

Outro equipamento também deve ser instalado na Campina e mais duas bombas anfíbias serão instaladas no bairro Vicentina.

Parcerias

Em Canoas, a Secretaria Municipal de Obras (SMO) iniciou na última quarta (15) a instalação de bombas nas regiões dos diques do Mathias Velho e do Rio Branco para retirar a água dos bairros do lado oeste de Canoas. A operação visa instalar mais de 40 equipamentos de bombeamento nos diques, provenientes de parcerias com o empresariado local e também com o poder público de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Argentina.

“Só foi possível começar agora, porque era necessário que o nível da água dos rios descesse o suficiente para que o bombeamento pudesse ser efetivo. Como o Guaíba começou a baixar, iniciamos esse trabalho de instalação de bombas e gradativamente vamos seguir as instalações nos diques do Mathias Velho e do Rio Branco. Desde o primeiro momento, o prefeito Jairo Jorge determinou que a gente dê atenção integral a essa demanda do escoamento da água de todo o lado Oeste da cidade”, explicou o secretário de Obras, Guido Bamberg.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

Hospital Mãe de Deus voltará a funcionar em junho
Desastre no Rio Grande do Sul: dias de trégua nas áreas de enchentes
https://www.osul.com.br/operacao-de-bombas-de-succao-para-drenagem-no-bairro-sarandi-deve-ocorrer-neste-domingo/ Operação de bombas de sucção para drenagem no bairro Sarandi deve ocorrer neste domingo 2024-05-18
Deixe seu comentário
Pode te interessar