Quarta-feira, 08 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Rain

Brasil Pesquisa de opinião: 67% têm orgulho de ser brasileiro e 29%, vergonha

Compartilhe esta notícia:

De acordo com a mesma pergunta, 29% sentem "mais vergonha do que orgulho". (Foto: Reprodução/Facebook)

Pesquisa do Instituto Datafolha publicada no site do jornal Folha de S.Paulo no final da noite de domingo (31) mostra que a maioria dos entrevistados tem “mais orgulho do que vergonha” (67%) de ser brasileiro. De acordo com a mesma pergunta, 29% sentem “mais vergonha do que orgulho”. 3% não sabem ou deram outras respostas.

Este número de brasileiros que sentem “mais orgulho do que vergonha” mostra a primeira queda desde que o índice começou a subir, em junho de 2017. Na época, quando o País era governado por Michel Temer, 50% dos eleitores sentiam “mais orgulho do que vergonha” de serem brasileiros, enquanto 47% relataram sentir “mais vergonha do que orgulho” — outros/não sabem eram 2%.

O levantamento ouviu 2.069 pessoas nos dias 25 e 26 de maio. As entrevistas foram feitas por telefone. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

1) Tem mais orgulho do que vergonha ou mais vergonha do que orgulho de ser brasileiro?

Mais orgulho do que vergonha: 67%

Mais vergonha do que orgulho: 29%

Não sabe/Outras respostas: 3%

2) Sentimento em relação ao Brasil de hoje: medo ou confiança?

Com medo do futuro: 57%

Com confiança no futuro: 41%

Não sabe: 2%

3) Sentimento em relação ao Brasil de hoje: esperança ou medo?

Com mais esperança do que medo: 53%

Com mais medo do que esperança: 46%

Não sabe: 1%

4) Sentimento em relação ao Brasil de hoje: seguro ou inseguro

Inseguro: 69%

Seguro: 30%

Não sabe: 1%

5) Sentimento em relação ao Brasil de hoje: animado ou desanimado?

Desanimado: 59%

Animado: 39%

Não sabe: 11%

6)  Sentimento em relação ao Brasil de hoje: feliz ou triste?

Triste: 63%

Feliz: 34%

Não sabe: 3%

7) Sentimento em relação ao Brasil de hoje: tranquilo ou com raiva?

Tranquilo: 52%

Com raiva: 42%

Não sabe: 6%.

Armamento

Pesquisa do Instituto Datafolha publicada no site do jornal “Folha de S.Paulo” no final da noite de sábado (30) mostra os seguintes percentuais de avaliação da frase de Bolsonaro sobre dar armas para população:

Datafolha: Opinião sobre frase de Bolsonaro dita na reunião ministerial, de que “quer todo mundo armado, pois o povo armado não é escravizado”:

Discorda: 72%

Concorda: 24%

Não concorda, nem discorda: 2%

Não sabe: 2%

Resultados da pesquisa por segmento

Entre homens:

Discorda: 62%

Concorda: 34%

Entre mulheres:

Discorda: 80%

Concorda: 16%

Por renda mensal

Até 2 salários mínimos:

Discorda: 77%

Concorda: 19%

De 2 a 5 salários mínimos:

Discorda: 69%

Concorda: 29%

De 5 a 10 salários mínimos:

Discorda: 62%

Concorda: 34%

Mais de 10 salários mínimos:

Discorda: 60%

Concorda: 38%

Por escolaridade

Fundamental:

Discorda: 74%

Concorda: 20%

Médio:

Discorda: 71%

Concorda: 26%

Superior:

Discorda: 69%

Concorda: 29%

Entre empresários

Discorda: 50%

Concorda: 46%

Na região Sul:

Discorda: 66%

Concorda: 27%

Avaliação do governo Bolsonaro

Ótimo/bom:

Discorda: 40%

Concorda: 54%

Regular:

Discorda: 78%

Concorda: 18%

Ruim/péssimo:

Discorda: 92%

Concorda: 6%

Voto no 2º turno de 2018

Bolsonaro:

Discorda: 52%

Concorda: 43%

Haddad:

Discorda: 91%

Concorda: 7%.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Assessor internacional de Bolsonaro, Filipe Martins é acusado por ex-aliados de operar robôs de fake news
O Brasil registrou 623 mortes por coronavírus em um dia. O total de óbitos vai a 29.937 e o casos são 526.447
Deixe seu comentário
Pode te interessar