Terça-feira, 22 de Junho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Mostly Cloudy

Porto Alegre Porto Alegre ganha mais 66 leitos para tratar pacientes de coronavírus

Compartilhe esta notícia:

Nova estrutura, no Hospital Vila Nova, contou com R$ 3,5 milhões da prefeitura.

Foto: Jefferson Bernardes/PMPA
Nova estrutura, no Hospital Vila Nova, contou com R$ 3,5 milhões da prefeitura. (Foto: Jefferson Bernardes/PMPA)

Os porto-alegrenses agora têm à disposição mais 66 novos leitos clínicos para reforçar o tratamento contra a pandemia do coronavírus. O espaço, na AHVN (Associação Hospitalar Vila Nova), na Zona Sul de Porto Alegre, ficou pronto em menos de 30 dias e será exclusivo a pacientes da Covid-19 que necessitarem de internação de média complexidade. As duas unidades (14 e 15), custeadas com R$ 3,5 milhões da prefeitura, receberam a visita do prefeito Nelson Marchezan Júnior nesta terça-feira, 28.

Para Marchezan, a colaboração com a associação é eficiente por trazer mais qualidade e agilidade no serviço público. Ele acrescenta que o impacto da pandemia nas finanças é grande, mas as reformas estruturais e o ajuste fiscal implementados desde 2017 permitiram ao Município ter dinheiro para priorizar algumas áreas neste momento.

“Foram 25 dias de trabalho intenso para entregar o local, que terá 33 vagas em cada unidade”, explica o presidente da AHVN, Dirceu Dal’Molin. A estrutura física onde elas foram montadas já existia, mas ainda não contava com divisórias, equipamentos e leitos. O hospital registrou internação de quatro pessoas com Covid-19 entre 25 de março e 26 de abril. Em caso de pacientes graves que precisarem de UTI, a referência serão os hospitais Conceição e Clínicas.

Nos últimos três anos, foram 341 leitos a mais no Hospital Vila Nova. Ao todo, a instituição conta com 506 leitos e atende 100% pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Ainda é o único hospital a transportar pacientes de pronto atendimentos com veículos próprios. “Esta ampliação representa o trabalho de muitos profissionais do poder público e da saúde no desafio de entregar melhores serviços a quem mais precisa durante um período tão delicado”, afirma o secretário municipal de Saúde, Pablo Stürmer.

Referência em saúde

Uma das referências no cuidado a pacientes suspeitos de coronavírus, a Associação Hospitalar Vila Nova também administra oito UBS (Unidades Básicas de Saúde) na Capital, além de gerir os hospitais da Restinga e Extremo Sul, Hospital de Charqueadas e Hospital de Taquara. Ainda é um dos seis locais com tendas para atender casos suspeitos da Covid-19. As estruturas funcionam no sistema fast-track, que agiliza o acolhimento, evita a circulação dentro do hospital e protege quem não tem suspeita da doença. Pacientes com necessidade de internação são encaminhados aos serviços hospitalares.

A tenda funciona das 7h às 19h, ao lado do setor de Emergência. Conta com médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, profissionais da área administrativa e de higienização. A prefeitura reforça que pacientes com quadros gripais (febre e tosse, dor de garganta ou dificuldade de respirar) procurem postos de saúde ou tendas para avaliação.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Ação da ABAS e Jimo resulta na doação de 12 mil unidades de álcool 70º INPM ao Estado do Rio Grande do Sul
Com 1.350 casos confirmados em 134 municípios, o Rio Grande do Sul se aproxima de 50 óbitos por coronavírus
Deixe seu comentário
Pode te interessar