Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

Ciência Robô da Nasa parte em missão para Marte em busca de vida em local que já foi um lago há bilhões de anos

Compartilhe esta notícia:

Robô Perseverance, da Mars 2020, deve aterrissar no Planeta Vermelho em 18 de fevereiro do ano que vem

Foto: Reprodução
Robô Perseverance, da Mars 2020, deve aterrissar no Planeta Vermelho em 18 de fevereiro do ano que vem. (Foto: Reprodução)

O robô Perseverance, da Nasa (agência espacial americana), partiu da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida, às 8h50min da manhã desta quinta-feira (30), rumo a Marte, em busca de vida em um local que já foi um lago há bilhões de anos. A previsão de pouso no Planeta Vermelho é em 18 de fevereiro do ano que vem.

O robô Perseverance carrega instrumentos para, além de coletar amostras, observar a geologia e transformar dióxido de carbono em oxigênio para viabilizar uma missão com humanos no planeta. “Estamos todos emocionados. É fantástico”, declarou o diretor de ciências planetárias da Nasa, Bobby Braun, minutos após o lançamento.

Ele explicou que o foguete está “quase na rota de Marte”. Ainda será necessária outra “queima de motor” para, então, o foguete sair da sombra da Terra, encontrar o Sol e os cientistas poderem fazer contato com a nave. “Uma vez que fizermos isso, estaremos, de fato, a caminho de Marte”, explicou Braun.

Entenda a Mars 2020

Os cientistas acreditam que Marte tinha, entre 3 e 4 bilhões de anos atrás, um lago onde hoje existe uma cratera. É lá que irá aterrissar a nova missão da Nasa, a Mars 2020, para coletar amostras em busca de vida. O local tem sedimentos similares aos encontrados na Terra que podem conter vestígios de organismos.

“Perseverance”

O nome do robô foi escolhido por um estudante da sétima série do estado da Virgínia, anunciado em março deste ano. Alexander Mather teve a sugestão escolhida entre 28 mil inscrições feitas por alunos do ensino fundamental e médio dos Estados Unidos.

O Perseverance é o mais recente robô da linha de enviados a Marte. O primeiro foi o Sojourner, em 1997, seguido por Spirit e Opportunity, que desembarcaram no planeta em 2004. O último foi o Curiosity, que está no planeta desde 2012. Todos eles tiveram os nomes escolhidos em concursos nacionais.

De acordo com a agência espacial americana, o Perseverance é um “cientista robô” que pesa pouco mais de 1 tonelada. Ele conta com uma série de instrumentos: câmeras de engenharia, equipamentos nos braços, uma broca, uma estação meteorológica, instrumento de laser, câmeras para fazer panoramas coloridos, entre outros.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Ciência

Pedágios de Gravataí e Santo Antônio da Patrulha terão mudanças de localização e tarifa na Freeway
Donald Trump alega risco de fraude e sugere adiar eleições nos Estados Unidos
Deixe seu comentário
Pode te interessar