Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Porto Alegre Saiba em quais locais o estacionamento na área azul continua permitido em Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

As áreas de estacionamento rotativo localizam-se em pontos de grande circulação de pessoas

Foto: Cristine Rochol/PMPA
As áreas de estacionamento rotativo localizam-se em pontos de grande circulação de pessoas. (Foto: Cristine Rochol/PMPA)

Para diminuir a circulação de pessoas nas ruas de Porto Alegre em meio à pandemia de coronavírus, a prefeitura proibiu os motoristas de estacionarem em vagas de estacionamento rotativo entre 7h e 19h.

As restrições de utilização da área azul entraram em vigor nesta terça-feira (07). Segue permitido estacionar apenas nas áreas próximas a hospitais e serviços públicos de saúde. Nesses pontos, o pagamento deve ser feito pelo parquímetro, já que as vendas pelo aplicativo estão suspensas, com permanência máxima de duas horas na mesma vaga.

Vale lembrar que, para a segurança dos usuários, é indispensável o uso do álcool em gel antes e após o manuseio do equipamento. Confira aqui os locais onde o estacionamento é permitido.

“Por ser uma situação atípica, podem ser necessários alguns ajustes. Caso o usuário tenha dúvidas sobre os locais que seguem permitidos, basta observar se o parquímetro mais próximo à vaga está funcionando. Se o equipamento estiver desligado, é porque não está permitido. O mais importante é que todos só saiam em casos de extrema necessidade”, explicou o diretor de Operações da EPTC, Paulo Ramires.

As áreas de estacionamento rotativo localizam-se em pontos de grande circulação de pessoas, basicamente em regiões com concentração de comércio. Como apenas os serviços essenciais estão liberados para o funcionamento, a medida é mais uma ação para reduzir a movimentação nas ruas, conforme a prefeitura. A iniciativa causou polêmica.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Anexo do Hospital Independência, em Porto Alegre, já atendeu quase 70 pacientes com coronavírus
Em dois meses, planos de saúde perdem 283 mil clientes no Brasil
Deixe seu comentário
Pode te interessar