Quinta-feira, 09 de dezembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Partly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Colunistas Saúde desperdiça

Compartilhe esta notícia:

Augusto Aras está a cada dia mais próximo de uma indicação do presidente Bolsonaro para a vaga aberta no STF. (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

O Ministério da Saúde faz pouco caso da auditoria da Controladoria Geral da União que identificou desperdício milionário de dinheiro público em 2020. Falhas de controles para a gestão de estoques de insumos e medicamentos levaram à inutilização de 30 toneladas de medicamentos que custam cerca de R$ 170 milhões. Além de minimizar o trabalho da Controladoria, o Ministério usa falácia para camuflar a incompetência. Alega que os insumos têm dois destinos: substituição do produto pelos fornecedores ou incineração. E quando a pasta comandada pelo ministro Marcelo Queiroga tomará providências? Só no dia 3 de dezembro, para “conclusão de testes”.

Avançando

O PGR Augusto Aras está a cada dia mais próximo de uma indicação do presidente Bolsonaro para a vaga aberta no STF. A Coluna revelou que Aras faz campanha.

Lavou as mãos

Acendeu alerta no Planalto a postura do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que não pegou ao telefone para tentar barrar a convocação de Paulo Guedes para se explicar sobre offshore.

Mas…

… Lira já avisou a base e oposição que não quer uma CPI para investigar a conta milionária de Guedes no Caribe. É perda de tempo. Não passará.

Genocídio

Relator da CPI da Pandemia, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) irá cravar no parecer final que houve crime de “genocídio” indígena. A base do relatório é um documento de sete páginas – ao qual a Coluna teve acesso – assinado por juristas no qual afirmam que “contra os povos indígenas, existiram ações e omissões, no período da pandemia, que culminaram em um verdadeiro ‘genocídio’”.

Fake news ajudou

Muitas fake news também em redes sociais chegaram às tribos e amedrontaram os indígenas sobre a Coronavac, a primeira vacina a chegar às aldeias. Sobraram doses. O senador sublinhará no parecer os números do documento entregue à CPI pelos juristas. “A taxa de mortalidade pelo coronavírus entre indígenas é 150% mais alta que a média brasileira e 19% mais alta do que a registrada somente na região Norte”.

Exemplo

O Frei Hans Stapel, alemão que há décadas adotou o Brasil, fez a primeira visita à Fazenda da Esperança no Amapá. O projeto de assistência social que idealizou já tem dezenas de propriedades no Brasil e exterior.

Tribunal

O MPF acolheu denúncia do PSOL e recomendou que não seja criada uma espécie de “tribunal ideológico” para censurar questões do Enem. A intenção do INEP era instalar uma instância permanente de análise ideológica dos itens das avaliações da educação básica. O documento previa veto a “questões subjetivas” e atenção a “valores morais”.

Foi para o espaço

O presidente Jair Bolsonaro e auxiliares não gostaram da reação do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, que criticou, por meio de rede social, o corte de R$ 600 milhões no orçamento da pasta a pedido do Ministério da Economia. Pontes ensaiou mandar tudo para… o espaço. Mas recuou e vai ficar, por enquanto.

Monopólio

Apesar do fim do monopólio estabelecido pela Lei do Petróleo, em 1997, ainda há elevada concentração do mercado de gás natural. Dez empresas respondem por 95% da produção nacional de gás natural, com 77% deste total proveniente da Petrobras.

Cadê a concorrência

A conclusão está em fiscalização do Tribunal de Contas da União, relatada pelo ministro Walton Alencar Rodrigues. Para o TCU, há segmentos na indústria de gás natural nos quais é possível introduzir a competição.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

O passeio a Lisboa
Na Assembleia gaúcha, avança processo que pode cassar o deputado Ruy Irigaray
Deixe seu comentário
Pode te interessar