Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Showers in the Vicinity

Política Senado aprova ampliação do uso do Fundo Nacional de Aviação Civil

Compartilhe esta notícia:

O projeto será analisado pela Câmara dos Deputados

Foto: Carolina Antunes/Agência Brasil
O projeto será analisado pela Câmara dos Deputados. (Foto: Carolina Antunes/Agência Brasil)

O Senado aprovou na quinta-feira (03) um projeto de lei que autoriza o uso de recursos do FNAC (Fundo Nacional de Aviação Civil) para cobrir custos de desapropriações de áreas destinadas à infraestrutura aeroportuária e aeronáutica civil. O projeto será analisado pela Câmara dos Deputados.

A legislação vigente já prevê o uso do FNAC no desenvolvimento e fomento do setor, em reformas e modernizações das infraestruturas aeroportuária e aeronáutica civil, além da reestruturação de aeroportos concedidos. Mas não existe nada na lei atual que autorize o uso do fundo em desapropriações ou, ao menos, garanta ao gestor liberdade para fazê-lo sem sofrer sanções posteriores.

Segundo a justificativa do projeto, um dos grandes entraves para a ampliação de aeroportos é a indisponibilidade de área. A solução para isso, via de regra, passa pela desapropriação, processo que traz problemas jurídicos, mas também econômicos, geralmente pela falta de recursos destinados a este fim.

“É importante que haja explicitação, no texto da lei, de que os recursos do FNAC poderão ser utilizados para cobrir custos de desapropriações em áreas de ampliação aeroportuária”, destacou o relator, Esperidião Amin (PP-SC). “A medida contribuirá para facilitar a ampliação de aeroportos ao disponibilizar recursos para tal fim, especialmente neste momento em que o fundo recebe vultosos aportes em razão das últimas rodadas de concessões realizadas pelo governo federal”, acrescentou em seu parecer.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Assalto em Criciúma: Polícia Federal investiga lavagem de dinheiro e atuação de facção em mais roubos
Primeira remessa da vacina da Pfizer contra o coronavírus chega ao Reino Unido
Deixe seu comentário
Pode te interessar