Sábado, 08 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Acontece Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul solicita a suspensão das eleições do sistema CONFEA/CREA

Compartilhe esta notícia:

SERGS está propondo a suspensão das eleições do sistema, agendadas para o dia 15 de julho de 2020 e o seu adiamento para novembro próximo

Foto: Divulgação
Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul está propondo a suspensão das eleições do sistema, agendadas para o dia 15 de julho de 2020 e o seu adiamento para novembro próximo. (Foto: Divulgação)

Devido à epidemia do coronavírus, a SERGS (Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul) está propondo a suspensão das eleições do sistema CONFEA/CREA, Gestão 2021/2023, agendadas para o dia 15 de julho de 2020 e o seu adiamento para novembro próximo.

Em ofício enviado à Comissão Eleitoral, o presidente da SERGS, Luis Roberto Ponte, lembra que grande parte do Estado está sob medidas de distanciamento/isolamento social e que Porto Alegre está sob restrições ainda mais severas na tentativa de frear a transmissão da Covid-19.

Segundo o dirigente, os associados da SERGS, entidade com mais de 90 anos de existência e uma das precursoras do Sistema CONFEA/CREA, querem e devem participar das eleições mas, em muitos casos, estão no grupo de risco, seja pelo fator idade ou por comorbidades.

Ponte salienta que a transferência do pleito para novembro – período em que foram realizadas as eleições do Sistema CONFEA/CREA nos últimos anos, justifica-se para que se possa preservar a saúde dos associados da SERGS, garantir o amplo direito de participação no processo eleitoral e colaborar com o esforço nacional de combate à Covid-19.

Solicita finalmente que o posicionamento da SERGS seja transmitido ao Conselho Federal de Engenharia e Agronomia – CONFEA e à Comissão Eleitoral Federal.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Acontece

Morre, aos 83 anos, o fundador da MetSul Meteorologia, Eugenio Hackbart
Pesquisa avalia os hábitos dos porto-alegrenses durante a pandemia do coronavírus
Deixe seu comentário
Pode te interessar