Sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Economia South Summit mostra que o Rio Grande do Sul tem grande potencial na área das startups

Compartilhe esta notícia:

Foto: Pixabay
(Foto: Pixabay)

No início de maio, a cidade de Porto Alegre foi palco do South Summit, evento de tecnologia que reuniu CEOs de todo o mundo e algumas das startups de maior potencial do Brasil e da América do Sul. Um dos resultados desse encontro foi a comprovação de que o Rio Grande do Sul tem tudo para crescer na área de inovação, inclusive, tomando o protagonismo tecnológico.

Além disso, o evento também mostrou que cargos de alto nível técnico devem surgir na região. O evento foi noticiado por aqui, mas o resultado do encontro foi discutido por empresários apenas semanas depois. Esse foi o caso, por exemplo, de Marta del Castillo, CEO da Social Nest. A profissional da Espanha se mostrou surpresa com o potencial do Rio Grande do Sul no mercado de startups e garantiu que o estado está pronto para colher os frutos de um investimento neste setor. A conclusão dada por ela é que existe um grande potencial para a inovação na economia gaúcha.

Essa foi a ideia de muitos empresários que participaram do South Summit, inclusive, esse foi um dos motivos da sede ter sido Porto Alegre. O estado tem buscado diversificar a economia, e sonha em dar mais espaço para as startups que nasceram por aqui. Alguns bons exemplos, como a Warren Brasil e a Digifamz, precisam servir de referência não só para o estado, mas também para outras iniciativas que estão apenas começando. É possível crescer no RS.

Outro aspecto interessante é a busca por profissionais de alto nível, algo que deve acontecer com o crescimento das startups por aqui. Essas empresas de tecnologia costumam exigir funcionários de boa formação, principalmente para o cargo de chefia. Um levantamento feito pela PrePly, site de aulas de inglês on-line, mostra como isso acontece no exterior, onde cerca de 35% dos CEOs possuem mestrado e doutorado, além de muita experiência em diferentes países. Esses são requisitos que devem ficar cada vez mais comuns entre os gaúchos para as vagas em startups.

Investimento em educação

Essa tendência mostra que o investimento em educação deve continuar sendo prioridade no Rio Grande do Sul. A Universidade do Rio Grande do Sul (UFRGS), por exemplo, já é uma referência em tecnologia, mas precisa de ainda mais qualidade para ser destaque em todo o Brasil. Isso não só atrairia empresas para o estado, como também garantiria a formação de profissionais mais capacitados para os cargos. A ideia aqui é garantir um ensino superior de qualidade para os gaúchos.

Novamente, os Estados Unidos podem servir de referência para isso, assim como outros países. O artigo divulgado pela PrePly aponta que as universidades mais renomadas possuem a maior quantidade de CEOs. É o caso de Harvard, que possui cerca de 70 ex-alunos em cargos de chefia de empresas gigantes, como a Meta. Isso fortalece o país, que acaba sendo alvo de alunos estrangeiros em busca de uma formação mais completa. Transformar a UFRGS nisso parece um sonho utópico, mas ir atrás disso é o primeiro passo.

Nos últimos anos, a educação não foi uma grande prioridade no Brasil, e o resultado disso são problemas em diversas áreas. O Rio Grande do Sul precisa buscar a outra direção, e alinhar o potencial do mercado de startups com profissionais de boa formação. Seria perfeito ter uma empresa gaúcha de tecnologia como referência no país, e um CEO formado totalmente por aqui.

Um sonho que ainda parece distante, mas não impossível. O South Summit foi um evento para mostrar todo o potencial da região, que impressionou até mesmo empresários estrangeiros.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

O Handicap Asiático é o melhor tipo de aposta para iniciantes?
Brasil terá dois árbitros na Copa do Mundo do Catar
Deixe seu comentário
Pode te interessar