Sexta-feira, 14 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Light Drizzle

Geral Suspeita de zika vírus motiva pulverização no bairro Cristo Redentor em Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

Zika vírus é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti (Foto: Reprodução)

A Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde vai realizar operação para aplicar inseticida em parte do bairro Cristo Redentor (trecho da rua Sapé, entre as ruas Marcos Moreira e Cipó), na Zona Norte de Porto Alegre, a partir das 14h30min desta quarta-feira. A ação decorre da notificação de uma suspeita de infecção por zika vírus em paciente que viajou a Recife (PE).

A coordenação é da Equipe de Vigilância de Roedores e Vetores da Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde. A aplicação tem por objetivo diminuir a população de mosquitos adultos, reduzindo, por consequência, o risco de transmissão viral na região da capital gaúcha.

A recomendação para os moradores é de vistoria criteriosa de criadouros do mosquito e eliminação dos mesmos, uso de repelente corporal e, no interior das residências, repelentes elétricos, de uso em tomadas. Uso de telas mosquiteiras é indicado. Diante de sintomas compatíveis com dengue, zika ou chikungunya, deve ser procurado atendimento médico imediatamente.

A médica infectologista Rita Uchoa falou sobre a diferença entre os três tipos de doenças. A especialista explicou que inicialmente o paciente pode se confundir ao contrair uma das moléstias devido aos sintomas serem parecidos. Conforme Rita, o procedimento inicial de tratamento tanto para a dengue quanto para a zika e a chikungunya é o mesmo. Ela disse que, como não é possível diagnóstico imediato, as medidas são tomadas para os cuidados de dengue.

(PMPA)

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Geral

Sofrimento de sírios em ataques russos é “horror”, afirma Angela Merkel
Guerra civil na Síria provoca fuga em massa de moradores de Aleppo
Deixe seu comentário
Pode te interessar