Sexta-feira, 10 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
Fair

Porto Alegre Turismo gera para Porto Alegre R$ 28,8 milhões em tributos municipais em 2019

Compartilhe esta notícia:

Crescimento na arrecadação foi de 11,63% em relação a 2017 e 2018.

Foto: Jefferson Bernardes/PMPA
Crescimento na arrecadação foi de 11,63% em relação a 2017 e 2018. (Foto: Jefferson Bernardes/PMPA)

A indústria do turismo em Porto Alegre gerou uma arrecadação de cerca de R$ 28,8 milhões em tributos municipais em 2019. O valor representa um crescimento de 11,63% em relação a 2017 e 2018, primeiros anos da gestão do prefeito Nelson Marchezan Júnior. Os dados, divulgados na quarta-feira (22), pela Diretoria de Turismo e Eventos da SMDE (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico), correspondem a três atividades básicas do setor: hospedagem (que respondeu por 64,32% da arrecadação); agências de viagens (27,37%) e planejamento e organização de eventos (8,32%).

Entre elas, a que mais cresceu em 2019 foi a de eventos, com um avanço de 27,49% na arrecadação comparada com 2018. Não por acaso, o Escritório de Eventos fechou o ano com números recordes. Ao todo, foram 3.177 eventos licenciados, com um público total de mais de 6,1 milhões de pessoas, segundo as estimativas dos próprios organizadores.

O recorde foi registrado em setembro, quando os eventos licenciados na Capital receberam um público estimado de mais de 1,4 milhão de pessoas. Naquele mês, Porto Alegre teve o Acampamento Farroupilha, um show da dupla Sandy & Junior e o 74° Congresso Brasileiro de Cardiologia, entre outros menores.

Os dados comprovam a vocação da Capital para o desenvolvimento turístico. “O crescimento na arrecadação apenas reitera a importância dessas atividades para o desenvolvimento da nossa economia. E mostra que, sim, Porto Alegre tem um grande potencial para atrair e receber turistas das mais diversas origens”, destaca o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Cidade.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Chamado de próximo presidente em Davos, Huck diz que Brasil precisa ser mais bem representado
Contratos de zeladoria preveem mais de R$ 120 milhões este ano em Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar