Terça-feira, 07 de Julho de 2020

Porto Alegre

Capa – Caderno 1 Um arcebispo alemão contou que Michael Schumacher está em estado vegetativo

Compartilhe esta notícia:

O piloto sofreu um acidente em 2013. (Foto: Reprodução/Instagram)

Recolhido desde que sofreu um grave acidente de esqui nos alpes franceses no fim de 2013, Michael Schumacher vive atualmente em estado vegetativo, mas é capaz de “sentir as pessoas”. A revelação foi feita pelo arcebispo alemão Georg Gänswein, em entrevista publicada nesta quarta pela revista alemã Bunte.

Georg Gänswein visitou Schumacher em 2016, quando o ex-piloto ainda morava na Suíça – em agosto de 2018 ele se mudou para a Espanha. Na entrevista publicada na quarta, o arcebispo revelou mais alguns detalhes sobre o encontro com o multicampeão das pistas.

“Ele consegue sentir as pessoas ao redor dele. Sentei na frente dele, segurei as duas mãos e olhei para ele. Seu rosto é, como todos sabemos, o típico rosto de Michael Schumacher, só está um pouco mais cheio. Ele sente que pessoas amorosas estão ao seu redor, cuidando dele e, graças a Deus, afastando o público curioso demais. Uma pessoa doente precisa de discrição e compreensão”, disse o sacerdote.

Gänswein contou também que mantém contato até hoje com Corinna Schumacher, mulher do piloto. De acordo com o arcebispo, ele prometeu à família de Schumacher não falar sobre o estado atual do piloto, que tenta recuperar sua saúde desde o grave acidente.

“Sua esposa é a alma da família, que é o ninho protetor de que Michael precisa absolutamente”, finalizou o religioso.

Carta

Michael Schumacher, recluso desde que sofreu o acidente de esqui em 2013, nunca mais apareceu na mídia e sua família mantém silêncio sobre o seu estado de saúde. Recentemente, no entanto, sua mulher, Corinna, transmitiu uma mensagem de esperança aos fãs. Em uma carta a um admirador especial, ela disse que o alemão “não desistirá”.

O destinário foi o cantor Sascha Herchebach, autor de uma música em homenagem a Schumacher chamada “Born to fight” (“Nascido para lutar”, em português). O artista contou à revista alemã “Bunte” que, depois de enviar um CD à família, recebeu uma carta manuscrita de Corinna.

“Gostaria de agradecê-lo pela mensagem e pelo presente neste momento difícil. É bom receber tantos votos e palavras carinhosas. É um grande apoio à nossa família. Todos sabemos que Michael é um lutador e não desistirá”, dizia a esposa na carta.

À “Bunte”, Herchebach afirmou que não esperava receber uma resposta da família do ex-piloto. “Ela escreveu que estava muito agradecida pelo presente, que ajudou a ela e a sua família”, disse o cantor.

Empresária diz que Schumacher não queria mais aparecer

Segundo a empresária do ex-piloto, Sabine Kehm, já quando se aposentou, em 2012, o alemão pediu que assuntos pessoais e familiares não fossem mais tratados publicamente.

“Em geral, a mídia nunca deu notícias sobre a vida privada de Michael e (sua mulher) Corinna. Quando ele estava na Suíça, por exemplo, estava claro que ele era um indivíduo privado. Numa longa discussão, uma vez ele me disse: ‘Você não precisa me ligar no ano que vem, eu vou desaparecer'”, disse a empresária, em declarações reproduzidas pelo jornal “Daily Mirror”. “Acho que era seu sonho secreto ser capaz de fazer isso um dia. É por isso que agora quero proteger seu desejo e não deixar nada vazar.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

A procuradora-geral da República quer tirar o foro privilegiado de políticos que não se reelegeram
Evo Morales anuncia sua candidatura ao quarto mandato consecutivo como presidente da Bolívia
Deixe seu comentário
Pode te interessar