Terça-feira, 04 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Viagem e Turismo Vai para Miami? Então não deixe de visitar Cuba

Compartilhe esta notícia:

Cerca de 300 quilômetros separam Cuba do bairro de Little Havana, em Miami (EUA). (Foto: Reprodução)

Cerca de 300 quilômetros separam Cuba do bairro de Little Havana, no centro de Miami, nos Estados Unidos. Apesar das feições e do castelhano carregado serem os mesmos em ambos os lados do estreito da Flórida (EUA), poucas coisas aproximam as paisagens das duas localidades.

Na ilha, ainda imperam murais da revolução e edifícios centenários. Em Little Havana, são os logos da Coca-Cola que dão o colorido para um comércio movimentado, que inclui fábricas de charutos, restaurantes, lojas de roupas e shoppings de eletrônicos. O espanhol é o idioma oficial do bairro, e a calle Ocho (rua 8), sua principal artéria. Em um dia de passeio pela área, é possível ver apresentações gratuitas de música caribenha, obras de arte latinas e expressões religiosas, além de provar receitas como o “moros y cristianos”, um prato à base de arroz, feijão, pimenta e toucinho muito consumido por cubanos de todo o mundo.

Todavia, o bairro não é feito apenas de cubanos, mas de muitas outras comunidades latino-americanas que imigraram para a região. Na paisagem, há restaurantes colombianos, lojas dominicanas e “taquerías” mexicanas, além de sotaques provenientes da Guatemala, Nicarágua, Venezuela, Equador e outras nações de colonização hispânica.

Passeios.
A calle Ocho corta boa parte do centro de Miami, e o bairro de Little Havana começa nos arredores do cruzamento com a avenida 11. É nessa esquina que está a loja “El Titán de Bronze”, que guarda uma linha de produção de charutos em seu interior. Mesmo que não queiram comprar nada, visitantes são bem-vindos e podem observar como se produz quatro tipos de charuto.

Na esquina da calle Ocho com a avenida 13 começa um bulevar que homenageia soldados cubanos que morreram em batalhas defendendo interesses estadunidenses. Na frente do bulevar estão algumas das lojas mais interessantes de Little Havana.

Uma delas é a “Botánica La Negra Francisca”, que vende produtos para a prática da santería – a religião sincrética caribenha que muito se assemelha ao candomblé. A porta ao lado também é representativa da cultura cubana. Ela abre caminho para um comércio de antiguidades. O desafio é encontrar o estabelecimento aberto. Em sua vitrine, um aviso diz: “Não temos hora ou dia para abrir. Se precisar urgentemente de algo, ligue para nosso telefone”.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Viagem e Turismo

Passagens baratas, câmbio favorável e uma infinidade de diferentes cenários são alguns dos motivos para visitar a Argentina
Os segredos sobre a famosa Miami Beach
Deixe seu comentário
Pode te interessar