Segunda-feira, 13 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Mist

Porto Alegre Vento em Belém Novo causa turbidez da água e desabastecimento

Compartilhe esta notícia:

Previsão é que na quarta-feira, seja possível retomar a capacidade total da estação de tratamento.

Foto: Brayan Martins/PMPA
Previsão é que na quarta-feira, seja possível retomar a capacidade total da estação de tratamento. (Foto: Brayan Martins/PMPA)

O vento que atingiu Porto Alegre no sábado (23) causou excesso de turbidez (coloração) na água captada no Lago Guaíba para o Sistema Belém Novo. O Dmae (Departamento Municipal de Água e Esgotos) teve que reduzir a produção de água da ETA (Estação de Tratamento de Água) Belém Novo, o que impactou o fornecimento de água para os bairros das regiões Extremo Sul e Leste. Com a redução do vento no domingo à noite, foi possível aumentar a produção da ETA e todos os bombeamentos foram retomados abastecendo o sistema. Na tarde desta segunda-feira (25), com o retorno do vento forte na baía de Belém Novo, foi necessário reduzir a vazão novamente e alguns bairros podem observar intermitência no abastecimento, como Aberta dos Morros, Belém Novo, Chapéu do Sol, Hípica, Lageado, Lami, Lomba do Pinheiro, Pitinga, Ponta Grossa e Restinga.

A previsão é que o vento mude de direção na quarta-feira (27) e seja possível retomar a capacidade total da ETA Belém Novo. Eventos como esse ocorrem eventualmente, mas este ano estão mais frequentes, aliados a níveis excessivamente baixos do Guaíba, aumentando a agitação do solo de fundo.

Por que ocorreu a turbidez

Os ventos fortes do quadrante oeste (ciclones extratropicais), associados ao baixo nível do Lago Guaíba em razão da forte estiagem que assola o Estado, provocaram em alguns períodos de abril e maio um aumento expressivo na turbidez da baía de Belém Novo, com valores que passaram de menos de 100 para mais de 1.000 NTUs (unidade de turbidez), atingindo em cheio o ponto de captação e limitando a capacidade de tratamento na ETA Belém Novo.

Por que impacta no tratamento da água

Os eventos climáticos somados ao fato de que a ETA Belém Novo opera no limite da sua capacidade causam intermitência no abastecimento porque a produção de água é reduzida pelo excesso de cor na água captada. Com isso, as estações que bombeiam a água para os locais mais distantes e altos são impactados e ficam sem nível.

O Dmae não pode distribuir uma água produzida que não atenda aos padrões de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde e da Secretária do Estado. A turbidez é um dos índices que são monitorados, sendo fundamental seu atendimento dentro dos padrões exigidos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Governador Eduardo Leite participa de videoconferência com prefeitos da Fronteira Oeste
Reconstrução de rede pluvial diminuirá alagamentos em rua do Guarujá
Deixe seu comentário
Pode te interessar