Terça-feira, 25 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Rain

Capa – Caderno 1 Ventos de até 80 km/h atingiram bairros da Capital

Fios de uma residência caídos na av. Baltazar de Oliveira Garcia. (Foto: Divulgação/EPTC)

A chuva e as fortes rajadas de vento que atingiram Porto Alegre durante a madrugada de domingo (23), deixaram algumas vias bloqueadas por queda de árvores. A velocidade do vento chegou a 80km/h em algumas regiões, conforme dados da Defesa Civil de Porto Alegre.

Na rua Angelo Passuelo, no bairro Vila Nova, na zona Sul, um telhado de zinco com uma armação de ferro, que servia de cobertura para um campo de futebol, soltou-se e voou para cima de uma casa ao lado. Os moradores da residência, que não se feriram, chamaram a Defesa Civil durante a madrugada. Não houve grandes estragos no imóvel, segundo a equipe que atendeu à ocorrência, necessitando, no entanto, retirar o telhado que se desprendeu.

Também houve registro de queda de árvores na avenida Baltazar de Oliveira Garcia, na zona Norte, e na rua Tamandaré, na zona Sul. Galhos caíram próximo ao cruzamento da rua Vicente da Fontoura com a avenida Princesa Isabel. Equipes da Defesa Civil Municipal distribuíram lonas para cinco residências que foram destelhadas.

As equipes da Divisão de Espaços Verdes, da SMSUrb, responsáveis pelo manejo arbóreo, fizeram o atendimento de pelo menos 23 ocorrências envolvendo quedas de árvores e galhos, até as 15h. Foram destacadas três equipes para atuar em demandas na cidade.

De acordo com a Defesa Civil do município, a previsão do tempo até sexta-feira que vem, dia 28, é de instabilidade, com tempo nublado, encoberto, chuva e tempestades. A temperatura deve atingir a máxima de 27 graus na sexta-feira, e a mínima de 18 graus durante a semana. No início da semana as temperaturas serão amenas, com máxima de 22 graus.

A EPTC registrou ocorrências de fios caídos, energizados, rompidos ou em baixa altura, com necessidades de bloqueios, nas vias: João de Oliveira Remião Parada 24; Baltazar de Oliveira Garcia, 2255 – onde também caiu um telhado; Sepé Tiaraju x 5 de Novembro; Bernardino Silveira Amorim x Saturnino Vanzeloti; e Vitório Francisco Giordani, 155.

Foram registradas ainda quedas de árvores com bloqueios nas vias: Minas Gerais, 300; Procópio Ferreira, 50; Artur Rocha, 37; Fernando Abott, 764; Gedeon Leite, 3425, 2377 e 2925; Castro de Menezes, 963; Pereira Neto, 1829; Poty Medeiros, 110, esq. Dr. Timóteo; e Mãe Apolinária Matias Batista, 605.

Postes caíram ou apresentaram risco de queda na via nos seguintes locais: Padre João Batista Réus, 2490; Estrada da Serraria, 3019; rua Oscar de Oliveira Ramos, 195.

Semáforos apresentaram problemas na Baltazar de Oliveira Garcia e nos cruzamentos Déa Coufal x Tramandaí, Caldas Júnior x Andradas e Protásio Alves x Vicente da Fontoura x Lucas de Oliveira.

Abastecimento de água prejudicado 

Várias estações de bombeamento de água ficaram sem energia elétrica devido ao vento forte da madrugada. Elas estão sendo religadas à medida que a CEEE restabelece o serviço nas diferentes regiões. Porém, alguns bombeamentos precisam primeiro recuperar o nível mínimo de reservação, para então serem religados, evitando assim a queima dos motores-bombas das estações.

A prefeitura informou que até o meio-dia foram registradas as seguintes ocorrências: zona Norte – religadas as estações Manoel Elias 1, 2 e 3; ainda normalizando o abastecimento de água nos bairros Mario Quintana, Protásio Alves, Morro Santana, Itu Sabará; zona Leste: religada a estação Pitinga; abastecimento normalizando na Pitinga e Lomba do Pinheiro; zona Sul: seguiam desligadas as estações São Jorge 1 e 2, Belém Velho 2, Retiro da Ponta Grossa, Ipanema e Jardim Isabel 1 e 2; Vila Nova, Belém Velho (sem água); Ponta Grossa, ruas Quatro e Domiciense Silva; Ipanema e Jardim Isabel; Ilhas: sem água nas ilhas da Pintada, Pavão, das Flores e dos Marinheiros.

A previsão era de normalizar o abastecimento de água ao longo do domingo, podendo ira além nas partes altas e nas pontas do sistema de distribuição.

A Defesa Civil do Estado segue monitorando os danos registrados em oito municípios – Alvorada, Canoas, Charqueadas, Pelotas, Porto Alegre, São Gabriel e São Lourenço do Sul.

CEEE trabalha para restabelecer fornecimento de luz a mais de 300 mil clientes

A CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica) informou em nota que equipes ainda trabalham para restabelecer o fornecimento de energia elétrica a aproximadamente 130 mil clientes atingidos pelo temporal. No auge do temporal, mais de 300 mil usuários chegaram a ficar sem luz.

Durante a tarde, restavam ainda 70 mil clientes da área Metropolitana e 30 mil na região de Pelotas. O número do Sul do Estado não teve alteração em relação ao final da manhã, devido à entrada de novos casos que foram computados, bem como à distância e à dificuldade de acesso a alguns dos locais.

A CEEE alerta que em situações como essa, as pessoas não devem se aproximar de fios ou galhos caídos para evitar o risco de choque.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

Bolsonaro teve dreno retirado e recebe dieta leve
A Polícia Federal deve concluir o inquérito sobre o atentado a Bolsonaro até o fim da próxima semana
Deixe seu comentário
Pode te interessar