Últimas Notícias > Capa – Você viu > Confira a programação de shows com entrada franca durante os nove dias de Expointer

Aplicativos divulgam lista de medidas para não correr riscos na busca por um par no Dia dos Namorados

Apps oferecem ferramentas, como compartilhar localização com amigos. Especialistas indicam como identificar fraudadores. (Foto: Reprodução)

O primeiro encontro de Cristiano Campos com Lyvia Kalil, ambos de 40 anos, mobilizou mais do que o casal. Era 2011, e as redes sociais de paquera estavam começando – naquela época, não existia o Tinder. O advogado e a médica se conheceram pelo Badoo, bateram papo e marcaram um almoço. Tudo deu tão certo que flerte virou casamento e já rendeu um filho. Mas, na incerteza daquela tarde, a irmã de Lyvia decidiu ligar para o bar só para checar se a médica estava bem.

“Ela ligou e pediu para falar com a irmã para saber se estava tudo bem com ela”, relembra Cristiano. “Agora temos um filho de cinco anos, um garoto lindo. Fruto de um relacionamento que começou pela internet.

Seis anos depois e às vésperas do Dia dos Namorados , especialistas ressaltam a importância de adotar medidas como essa para ter segurança na hora de encontrar ao vivo pretendentes da internet. E o Tinder e o Facebook Dating, dois dos mais populares aplicativos de paquera , listam os cuidados para manter a segurança virtual e, também, física, dos usuários.

Cuidados necessários

Converse muito antes do encontro: Mantenha suas conversas dentro da plataforma e aproveite para realmente conhecer seu possível par antes de conhecer pessoalmente.

Marque encontros em locais públicos: Ao se encontrar pela primeira vez com alguém, escolha um local público – nunca um lugar isolado ou remoto, e nunca em sua casa ou na casa dele(a). Se o seu match o pressionar ou você não se sentir confortável, vá embora imediatamente.

Informe amigos e familiares: Conte para algum amigo ou familiar sobre o seu encontro e para onde está indo.

Certifique-se de ter celular carregado e com você o tempo todo: O Facebook Dating oferece a opção de compartilhar detalhes de um encontro e/ou a localização em tempo real para que as pessoas mantenham seus amigos e familiares atualizados sobre seus planos. O usuário tem total controle se deseja utilizar esta função e com quem.

Tenha como ir e voltar do encontro: Certifique-se que você tenha como ir e voltar do local combinado por conta própria caso as coisas não estejam indo bem no encontro. Não fique dependente do seu parceiro.

Mantenha-se sóbrio: O consumo de álcool e outras drogas pode prejudicar seu julgamento e potencialmente colocá-lo em perigo.

Cuidado com fraudes: Estelionatários usam esses aplicativos para tentar atrair vítimas para seus golpes. Com contas falsas, eles usam a conversa para seduzir e convencer a vítimas a realizar compras e pagamentos ou enviar dinheiro.

Sinais comuns de fraudadores: Quer sair imediatamente do aplicativo de paquera para conversas por e-mail ou outros aplicativos de mensagens; Diz estar apaixonado muito rapidamente para seduzir as vítimas; Planeja encontros, mas sempre apresenta uma desculpa para cancelá-los.

Quais informações compartilhar?

Na busca por um parceiro, a autopromoção faz parte do jogo para atrair a atenção dos pretendentes, mas é preciso tomar cuidado com as informações publicadas nos perfis e compartilhadas com os crushes.

No Dating, os únicos dados obrigatórios são primeiro nome e idade – conectados com o Facebook –, cidade e foto de perfil. Todo o resto é informado (ou não) pelos usuários.

A plataforma recomenda que os usuários não divulguem sobrenome, informações financeiras, e-mail, endereço, número de telefone, local de trabalho ou qualquer outra informação de identificação pessoal, tanto no perfil como nas conversas.

Cuidado com fotografias que possam expôr essas informações.

O Tinder pede que usuários estejam atentos com as conversas. Nunca forneça informações bancárias, envie dinheiro ou faça transações financeiras. Caso alguém faça alguma requisição do tipo, denuncie imediatamente para a plataforma.

No Facebook Dating

O Facebook Dating destaca que os perfis publicados no aplicativo de paquera estão conectados a contas no Facebook, importando automaticamente o primeiro nome e a idade, que não podem ser alterados. E para evitar constrangimentos, a plataforma oferece a opção de ver apenas pessoas sem amigos em comum. No chat, é permitido apenas textos, para evitar o compartilhamento indevido de links e imagens.

No Tinder

Já o Tinder destaca algumas restrições presentes nos termos de uso visando à segurança dos usuários, como a proibição de pedir dinheiro ou doações, solicitar fotografias, enviar mensagens com conteúdo ofensivo ou assédio, registrar de perfis falsos, de uso por menores de idade e de utilização da plataforma para spam e propagandas.

“Sabemos que cada um é sempre o melhor juiz de sua própria segurança, mas compartilhamos que é importante ter algumas informações”, afirmou o Tinder, justificando a divulgação das dicas.

Deixe seu comentário: