Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Nova fase da Operação Lava-Jato mira multinacional e bloqueia quase R$ 2 bilhões dos investigados

Ladrões atacaram um carro-forte e amarraram um explosivo no corpo de um vigilante em Porto Alegre

Um dos suspeitos já foi identificado. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Um assalto a um carro-forte da empresa STV mobilizou agentes da Polícia Civil, Brigada Militar, Bombeiros e Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) na tarde desta quinta-feira (11). Depois da realização do assalto os bandidos fizeram seguranças de reféns e deixaram um artefato preso ao corpo de um deles, que acabou sendo retirado pelo Gate. Todos os reféns acabaram sendo liberados.

Suspeito identificado

A ocorrência foi próxima da estação de trem Anchieta, na rua Arno Filip, e deixou o trânsito complicado na região. De acordo com o delegado João Paulo de Abreu, do Deic (Departamento de Investigações Criminais) da Polícia Civil, já existe um suspeito identificado: Rafael Oliveira de Azambuja. Ele também é suspeito de roubo a um malote de lotérica no Bourbon Shopping e a outro roubo a uma agência do Banrisul, ambos os crimes ocorridos em novembro do ano passado. Haveriam mais quatro ou cinco pessoas envolvidas no assalto. A quantia roubada não foi informada. (Letícia Castro/O Sul)

Região onde o carro-forte foi abordado. (Foto: Reprodução)