Últimas Notícias > Esporte > Grêmio e Flamengo terá venda de ingressos disponível a partir desta terça

Brasil apenas empata com a Nigéria. Neymar sentiu lesão e saiu no início do primeiro tempo

Neymar deixou o campo lesionado no início do primeiro tempo. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A Seleção Brasileira apenas empatou com a Nigéria neste domingo (13). A equipe de Tite teve que buscar o empate de 1 a 1 contra a Nigéria após sair atrás no placar, em amistoso disputado em Cingapura. Os gols foram anotados por Aribo e Casemiro. O camisa 10 Neymar sentiu dores na coxa esquerda e deixou o gramado aos 12 minutos.

É a quarta partida consecutiva sem vitória. Antes da Nigéria, houve empates contra Senegal e Colômbia e ainda uma derrota para o Peru. O time de Tite não triunfa desde a Copa América.

Neymar pediu para sair

Antes mesmo de completar sete minutos em campo, Neymar colocou a mão na coxa esquerda e se dirigiu ao banco de reservas para falar com o médico da seleção, Rodrigo Lasmar. Ele tentou seguir em campo por mais três minutos até pedir para ser substituído – Philippe Coutinho entrou no lugar do camisa 10, que iniciou tratamento com gelo sentado ao lado dos suplentes.

O jogo

O primeiro tempo da partida começou com bastante movimentação, e a Seleção Brasileira logo teve uma boa oportunidade para marcar. Firmino recebeu a bola dentro da área após boa jogada coletiva, fez o giro e bateu para o gol, mas viu a finalização se perder pela linha de fundo. Na sequência, a Nigéria deu a resposta com Osimhen, que bateu de canhota, mas Ederson defendeu.

A equipe brasileira ainda criou mais duas chances de gol, de cabeça com Gabriel Jesus e dos pés de Roberto Firmino, mas foram os africanos quem marcaram, aos 34. Aribo recebeu dentro da área, limpou a marcação e colocou a Nigéria em vantagem.

No último grande lance da primeira metade de jogo, Philippe Coutinho cobrou falta com categoria da meia-lua. No entanto, a bola passou raspando à trave direita do goleiro nigeriano.

Depois da conversa no vestiário, os brasileiros voltaram com o objetivo de reverter a derrota até então configurada. Em cruzamento pela direita, Marquinhos foi mais alto do que todo mundo e testou a bola no travessão. No rebote, Casemiro apareceu na pequena área para estufar as redes e deixar tudo igual em Cingapura aos dois minutos: 1 a 1.

A partir do gol, a Seleção passou a pressionar a Nigéria. Aos 11, Gabriel Jesus subiu e mandou no cantinho, mas Uzoho pegou. Quatro minutos mais tarde, após escanteio, Casemiro, também de cabeça, fez a bola explodir no travessão.

Aos 27, Gabriel Jesus fez ótima jogada pela esquerda, se livrou da marcação e serviu Richarlison dentro da grande área. O camisa 7 bateu com força, mas a zaga desviou a bola e colocou para escanteio.

Coutinho ainda teve mais uma grande oportunidade de marcar, quando Renan Lodi fez ótima jogada pela esquerda. O lateral cruzou para o camisa 11, que, da marca do pênalti finalizou no canto. A bola ia entrando, mas a defesa nigeriana cortou quase em cima da linha, evitando o gol da vitória brasileira.

Ficha técnica

Brasil – Técnico: Tite

Ederson, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Casemiro, Arthur (Fabinho), Neymar (Philippe Coutinho); Gabriel Jesus (Paquetá), Roberto Firmino (Gabigol) e Everton (Richarlison).

Nigéria – Técnico: Gernot Rohr 

Uzoho (Okoye); Awaziem, Ajayi, Troost-Ekong e Collins; Ndidi, Aribo e Iwobi (Azeez); Chukwueze, Simon (Dennis) e Osimhen (Onuachu).

Arbitragem

Jansen Foo, auxiliado por Abdul Hannan e Ong Chai Lee