Últimas Notícias > CAD1 > Situação do joelho, titularidade de Sarrafiore e reencontro de Guerrero no Peru: Dourado projeta duelo contra o Allianza Lima

Casas adaptadas para o público da terceira idade

(Foto: Reprodução)

Após certa idade os idosos correm perigo até mesmo nos locais onde em tese estariam mais protegidos, como a própria casa. Sendo assim, é necessário reforçar de todas as maneiras possíveis a segurança deles, pois uma simples queda pode ser extremamente prejudicial para a saúde das pessoas mais velhas. E não é ato que a profissão que mai cresceu foi a cuidados de idosos conforme explica um levantamento feito pelo Ministério do Trabalho.

Se você mora com um idoso ou hospeda algum em sua casa, independentemente da razão, é importante preocupar-se em adaptar os cômodos e móveis para que ele(a) esteja seguro, além de manter todos os locais mais utilizados totalmente acessíveis e funcionais para ele.

A necessidade de cuidar tanto do ambiente residencial fez com que surgissem projetos de casas adaptadas direcionadas exclusivamente para os moradores da terceira idade. As definições apontadas neles, inclusive, são muitas vezes utilizadas em casas de repouso, tamanha sua eficácia.

Como preparar sua casa para garantir a segurança dos idosos

As casas térreas são muito buscadas por famílias com pessoas idosas. Afinal, as escadas são um potencial fator que pode gerar uma queda e outros acidentes. É bom evitá-las, se possível. Existem, entretanto, outros pontos que merecem atenção na hora de organizar uma casa adaptada.

Automação residencial

A automação residencial é uma solução tecnológica e eficiente, que oferece inúmeras possibilidades e pode ajudar muito os moradores idosos de uma casa. É possível, entre outras funções, apagar as luzes, ligar os eletrodomésticos e eletrônicos e abrir portas e portões por meio de tablets e smartphones com o aplicativo certo.

Ao mostrar os principais controles, identificados facilmente no sistema, para os idosos é simples de eles entenderem, pois tudo é muito intuitivo e também permite alguns recursos de acessibilidade, como letras maiores e acionamento por voz – tudo o que se precisa para ter uma casa inteligente e prática com qualidade e segurança para qualquer idade.

Estrutura do piso

É necessário foco extremo em eliminar todo e qualquer desnível do piso. Os degraus, independentemente do tamanho, da altura ou do tipo de revestimento devem sumir. Qualquer aspecto do piso que não seja totalmente plano pode, assim como as escadas, gerar quedas.

Se possível, invista em pisos antiderrapantes para a casa toda e avise aos moradores da terceira idade para utilizarem calçados que ampliem ainda mais a segurança ao caminhar, como chinelos com sola de borracha.

Móveis e tapetes

O melhor a se fazer é não amontoá-los excessivamente em um único ambiente. Na tentativa de desviar de um sofá, por exemplo, um idoso pode perder o equilíbrio, isso sem falar no cansaço constante que existe em ficar passando ao lado de alguns móveis para chegar a certos cômodos.

Busque também adquirir móveis sem cantos vivos (pontudos), ou aplique cantoneiras onde for necessário. A pele dos idosos é delicada e qualquer machucado pode gerar uma infecção mais grave. O cuidado aqui é imprescindível.

O mesmo vale para os tapetes: quanto menos melhor, principalmente se forem altos ou tiverem franjas dos lados. Uma ponta de tapete levantada não é nada segura para o caminhar, até mesmo dos outros membros da família, que podem tropeçar e se machucar.

Banheiros

Ao utilizar o banheiro, os idosos precisam ter total segurança em qualquer momento, desde o banho até a higiene básica, na pia. Vale pensar também se há a possibilidade de uso de cadeira de rodas. Caso haja, investir em mais espaço e também em corrimãos nos principais locais da casa é um diferencial importante para ajudar na segurança.

Deixe seu comentário: