Últimas Notícias > Notas Brasil > Burro despenca de telhado de casa, destrói sala e fere criança

Credibilidade é tema de campanha promovida pelo Sindijore-RS para valorização do meio jornal

"Buscar a verdade é o papel do jornal. E seu, também" é o conceito da campanha publicitária assinada pela Vossa.

O Sindijore-RS (Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas do Rio Grande do Sul ), entidade que reúne as principais publicações do Estado, lança nesta sexta-feira (08) campanha publicitária de valorização do meio jornal. Com o conceito “Buscar a verdade é o papel do jornal. E seu, também”, as peças reforçam a credibilidade dos jornais no combate às notícias falsas (fake news) e salientam a sua capacidade de apresentação em múltiplas plataformas.

Dedicada aos leitores, anunciantes, agências de publicidade e sociedade em geral, a ação destaca a importância dos jornais, desde a produção da notícia até sua publicação, sempre pautados pela verdade e pela ética. As peças criadas pela Vossa Estratégia e Comunicação serão veiculadas em jornais, revistas e plataformas digitais das publicações.

Para o presidente do Sindijore-RS, André Jungblut, “a campanha está baseada na credibilidade do meio jornal e no seu compromisso com o leitor. Compromisso que inclui fontes confiáveis e produção criteriosa até a sua publicação. O jornal impresso vai além da notícia. É um documento. Um registro da história. E ponto de partida para múltiplas plataformas. É também imprescindível para a manutenção da sociedade democrática e plural”.

Os meios de comunicação, especialmente os jornais, enfrentam grandes desafios para atingir os novos consumidores da informação, que têm a sua disposição inúmeros canais para acessar as notícias.

Se por um lado o cruzamento de mídias e a facilidade de acesso à informação possibilitam confrontar diferentes versões para um mesmo fato, por outro, o imediatismo e a disputa por acessos em ambiente on-line, muitas vezes abrem espaço para a divulgação de informações pouco comprometidas com a credibilidade.

Além disso, a rápida veiculação da notícia não raro limita o conteúdo ao factual, sem análise e aprofundamento. É nesse contexto que o jornalismo de qualidade, com profundidade e comprometido com a verdade, necessita ser valorizado como uma ferramenta de utilidade pública para a defesa dos interesses da sociedade.

“Nossa diretoria considerou o momento estratégico para o desenvolvimento de uma campanha, em diferentes plataformas, que valorizasse três pontos fundamentais: jornalismo profissional, qualidade no conteúdo e credibilidade. O objetivo é valorizar o DNA de nossos associados e promover a diferenciação tão necessária nesse novo mundo da informação”, destaca Jungblut.