Últimas Notícias > Capa – Você viu > Músico que coletava sons da natureza é morto por urso

D’Alessandro e dirigentes do Inter são absolvidos por confusão com o Palmeiras

O camisa 10 colorado, D'Alessandro. (Foto: Ricardo Duarte/Inter)

A Justiça decidiu: os dirigentes do Internacional não serão punidos pela confusão ocorrida na partida contra o Palmeiras, no dia 17 de julho. Assim como Marcelo Medeiros, Roberto Melo e Rodrigo Caetano, o ídolo colorado D’Alessandro também foi absolvido.

O atacante Pedro Lucas foi o único envolvido do time gaúcho suspenso e ficará de fora por três jogos. Também foram punidos o assessor de imprensa Rafael Antoniutti e o gandula Santiago Aguirre, com suspensão de 30 dias.

Por ofensas à arbitragem, os dirigentes haviam sido denunciados nos artigos 243-F e 258. Já D’Alessandro havia sido citado pelo artigo 258, por desrespeito à arbitragem.

O advogado Rogério Pastl foi o responsável pela defesa do Internacional.

O caso

A briga ocorreu por causa do lance da anulação do gol de Victor Cuesta, no fim do segundo tempo, e por uma tentativa de invasão de campo, contida por seguranças. O Beira-Rio também foi denunciado, porém, com pena máxima de multa, o clube não perderá o mando de campo na Copa do Brasil.

Deixe seu comentário: