Últimas Notícias > Notícias > Mundo > O México pressiona os Estados Unidos a devolver 14 bilhões de dólares da fortuna do narcotraficante mexicano “El Chapo”, preso na Califórnia

Governador Eduardo Leite inicia processo de exonerações no Estado

(Foto: Divulgação/Felipe Dalla Vale)

Um processo de exonerações no governo do Rio Grande do Sul iniciou nesta quarta-feira (27). A previsão é de que servidores em cargos comissionados nomeados em gestões anteriores deixem suas atividades nos próximos dias. De acordo com a assessoria de Comunicação do Estado, o governador Eduardo Leite determinou, na última reunião de secretariado, a próxima sexta-feira (29) como data limite para definição de quais profissionais nomeados até janeiro de 2019 permanecerão em atividade.

Segundo informações apuradas pela produção da REDE PAMPA, no próprio setor de Comunicação, informações preliminares apontam quatro desligamentos, até o momento.

Como Leite pediu a seu antecessor, José Ivo Sartori, que não exonerasse os assessores de seu governo, no final de 2018, é possível que o número de desligamentos atinja dezenas de CC’s.

Deixe seu comentário: